Policiais de Caifás

/
0 Comentários

Quando você vê que não vai fazer o gol, caia na área e grite PENAULT! Pelo menos se dá uma chance de fazer um gol. Isso aprendemos na pelada. E reaprendemos com Neymar.


Em qualquer discussão na internet neste meio católico, quem absolutamente não tem argumentos grita "DESRESPEITO!". É totalmente subjetivo, é falso, é jogar para a torcida, mas quando o gol do argumento não sai jogue-se no chão e faça uma boa catimba emocional tomando as dores da hierarquia supostamente "desrespeitada". Para os adultos isso não funciona mesmo, assim como os juízes experientes de futebol, mas vai que você engane uns os trouxas na torcida...


A propósito, eu não respeito MESMO os homens em funções de cargos. Eu respeito através de santidade de vida, de boas palavras, de santos atos como Bernanos, Padre Pio, Cura D'Ars, Pe. Paulo Ricardo, Pio XII, Bento XVI, incontáveis homens de Deus em palavras e atos, leigos e sacerdotes, todo meu respeito filial. Aos mercenários que se disfarçam de pastor eu não tenho respeitos humanos não. Penso, aliás, que respeitá-los é grave pecado. É curioso, a Igreja católica é famosa pela corrupção anedótica do seu clero em certos momentos da História, ainda assim a molecadinha acha que um herege vestido de bispo é bispo. Fico feliz que estes homens de baixa estatura moral não viveram na época do Arcebispo Ário e dos grandes heresiarcas na hierarquia. Estaríamos perdidos. Ou arianos. "Respeite o Arcebispo Ário!". Pois os grandes santos lhe disseram poucas e boas. Os documentos estão ai para quem não é preguiçoso de estudar.


Lembrem-se que Cristo levou um bofetão por "desrespeito" com o Sumo Sacerdote. Veja o nível moral de quem se utiliza deste tipo de argumento. 


São verdadeiramente os policiais de Caifás.



Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.