Da prudência mundana

/
0 Comentários
Prejudica mais a Igreja esta mania de pôr panos quentes em tudo para fazer uma bela imagem que qualquer escândalo (Aliás, inevitáveis, disse Nosso Senhor) que possa eventualmente existir.

A melhor maneira de morrer de infecção é tapar a ferida e tomar anti-inflamatório.

A Igreja não é assunto humano que precise de "marketing" e controle de imagem. O Espírito Santo é mais que propaganda, não precisa disso.

"Isso é um assunto que se deve discutir internamente" frequentemente significa não fazer nada. Certos problemas só se resolvem com a força da vergonha pública.

Diziam os mafiosos do Poderoso Chefão "Não se fala dos assuntos da Famiglia fora da Famiglia". A prudência humana também é astúcia diabólica. Quando a sua prudência torna-se tão parecida com a ação de mafiosos é hora de se pensar.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.