Platão explica

/
0 Comentários
Platão, com muita propriedade, punha obter a excelência do corpo, que chamava de ciência da ginástica, como o segundo maior bem, porque tratava da saúde. Em terceiro lugar punha obter a riqueza, a ciência da economia, porque alcançava os bens que serviriam de auxiliares ao bem do corpo.

Em primeiro lugar vinha a excelência da alma e do seu intelecto, a filosofia, bem como o temor aos deuses, porque tratava da própria alma, o elemento mais nobre do homem que a tudo comandava, movia e ordenava: almas boas e excelentes obteriam mais certamente saúde e riqueza ao crescerem em sabedoria.

Platão, portanto, explica porque além de sermos pobres somos uma nulidade olímpica: somos um país de almas embrutecidas e sem cultivo, que não atendem às funções mais altas do espírito. Como querem que brilhemos na ginástica e na economia então? Falta o ordenamento superior. O homem cresce de cima para baixo. Quem busca as coisas do alto obterá as de baixo. Como disse o Apóstolo, é o Espírito que vivifica, não a carne. E como ensinou Nosso Senhor: "Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e tudo o mais vos será acrescentado".


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.