Charlie Hebdo: Morreram como idiotas

/
0 Comentários


Um ano depois dos ataques muçulmanos terroristas contra si, o Charlie Hebdo culpa a Deus e as religiões - sim, a Deus, não a Allah, a todas as religiões com cristianismo incluso, e não o Islã - pelo atentado contra si.

Foi como disse o Filósofo, a única resposta ao terrorismo Islâmico na Europa é mais laicismo esquerdopata. Só que isso não é o que segura o Islã, é o que o alimenta.

A frase de George Bernanos cai como uma luva aqui: "O perigo não é de morrer, é de morrer como idiotas". O pessoal do Charlie Hebdo morreu a pior morte possível, a morte em vão, a morte pelas causas e idéias erradas, MORRERAM COMO IDIOTAS. "Mártires do laicismo" é uma piada.

E saudações à França laica, mais uma putinha do harém do Islã!!! Allah ru Akbar, Monsieur!!!

Requiém ao Charlie Hebdo



Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.