Quando Deus se esconde

/
0 Comentários


Por melhor que você conheça a doutrina, se Deus decidir esconder de você a Sua Face, por quaisquer motivos dEle, você vai chorar e sofrer feito um coitado, como um Jó, como um parvo, como um ignorante. E em vão clamar intelectualmente por um Deus que parece não existir. Muitos santos, como Santa Teresa D'Ávila, ou mesmo o Jó da Bíblia, já viveram isso. 

Nestas horas todo o edifício da lógica interna da teologia rui. Porque lógica interna até a matemática tem. Teoria das Cordas tem lógica interna. Um jogo de poker tem lógica interna. Mas você não quer lógica interna, você quer a Deus, não um tratado de Hegel! 

"Onde está o teu Deus?" - dizem mil demônios a sua volta, insistentemente, como no passado já sofreu o salmista. São demônios dos mais diversos, ora assumem formas filosóficas, ora formas agnósticas, ora formas supersticiosas, ora formas quiçá islâmicas. São demônios angélicos ou questionamentos de uma alma desesperada? Importa? Você sofre do mesmo jeito. Se na Fé vivemos uma antevisão do Céu, na desolação espiritual vivemos uma amostra do Inferno.

Feliz é o homem que nesta "Noite Escura da Alma" prossegue, chateado, árido, desolado, na Sã Doutrina. Santo Escrivá disse que o ensinamento da Igreja era como mourões a beira da estrada, mesmo que o caminho estivesse debaixo da neve, aqueles paus indicavam o caminho. São como os instrumentos em um aeroporto que guiam o piloto milimetricamente até a pista, mesmo tudo debaixo de grossa névoa. Como no meio da núvem escura um avião de duzentas toneladas acha seu caminho? Como um homem prossegue quando Deus se esconde dele?

Um dia, as núvens vão passar. E Deus vai voltar a brilhar sua face.  Feliz quem não se desviou na provação.  A religião é uma experiência pessoal com Deus. Depois estas experiências se condensam em hierarquização de doutrina (a Patrística foi toda isto). Mas sem a experiência real de Deus, do Deus Vivo, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, temos apenas "lógica interna". Como disse a Imitação de Cristo, "prefiro saber sentir a caridade que definí-la", ou ainda "não adianta discorrer sobre a Trindade sem humildade, desagradando a própria Trindade".

Talvez estes períodos de ocultamento de Deus sejam mesmo uma prova dEle para ver o que você realmente conhece para se manter no rumo. O bom piloto sabe voar por instrumentos. Assim o bom cristão se mantém com a Sã Doutrina. 


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.