A liberdade democrática ocidental é filha do Cristianismo

/
0 Comentários


"Na democracia, a religião é mais necessária do que em qualquer outro regime... Acredito que as sociedades democráticas são naturalmente hostis à religião e estão cometendo um grande erro: nada no cristianismo, nem mesmo no catolicismo, é absolutamente contrária ao espírito destas sociedades, e muitas coisas lhes são muito favoráveis."
 Alexis de Tocqueville, adaptado, apud "Notes sur le Coran et autres textes
sur les religions"

Estes libertários que defendem a imigração muçulmana indiscriminada estão criando os corvos que vão furar seus olhos. NÃO EXISTE liberdade na Sharia, ela é considerada uma lei perfeita por eles, e nossas "liberdades" são bobagens. Não há separação entre religião e estado, entre crença e lei civil.

A liberdade é um pacto, se um não seguir vai tudo por água a baixo. os refugiados NÃO QUEREM jogar o nosso jogo. Como esses libertários são burros, meu Deus! Ou burros ou financiados pela turma do Golfo Pérsico.

É uma invasão. Não se coexiste com quem quer te destruir. Os bens da liberdade nao conseguem conviver com quem quer destruí-la. É como fazer um castelo de cartas com quem quer destruir este castelo.

Te vejo libertariamente debaixo do niqab. Ah, e ela não tem liberdade de tirar.

***

A liberdade democrática ocidental é uma frágil planta hidropônica vivendo nas suas águas artificiais, que morre se solta na natureza, e só prospera no ambiente nutritivo e favorável da sociedade e cultura cristã. Quando morre a cultura cristã morre a liberdade civil.

A democracia moderna é um gigantesco jabuti em cima da árvore, colocado pelo Cristianismo. Mas acham que este jabuti subiu lá sozinho. Ou pior, acham que ele tem asas. Não. Ele não tem. E quando ele cair no chão de cabeça para baixo, não haverá mais cristianismo para recolocá-lo. Ai vai ser ou comunismo ou Sharia. Que vença o pior.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.