Ora que melhora

/
0 Comentários


Você pode rezar mil vezes, mil anos, se não for a vontade de Deus  ele não vai realizar. As pessoas tem uma concepção errada da oração, como se ela fosse uma variante do pensamento positivo, se você rezar muito, força a ação de Deus. Jesus sempre ensinou da importância da oração, e ele mesmo era um mestre da oração, mas nunca garantiu que bastava orar para "acontecer". Deus não é um universo descerebrado, mágico e mecanicista que basta fazer as "palavras mágicas" com "força suficiente" para "acontecer" como se vende hoje em dia.

Sim, Moisés fazia Israel vencer Amalec erguendo os braços em oração porque Deus desejava a vitória sobre Amalec com as armas de Josué e a oração de Moisés. Sim, Deus não dará uma cobra a quem pede o ovo pela sua vontade, mas pode não querer dar o ovo naquele momento.

Querem um exemplo de oração não atendida? No Horto, o próprio Jesus chorou até lágrimas de sangue. Sua oração não foi atendida, mas Deus mandou um anjo para consolar seu Filho. É verdade que Jesus rezava corretamente, pedindo, de fato, mas se conformando à vontade do Pai. Mas ainda assim, afastar a Paixão não era a vontade de Deus.

Orem. Orem muito. Deus não mandará cobras quando pedirem pão. Mas conformem-se à sua vontade se ele julgar que não é o momento de receber o pão. E se a Cruz vier inevitavelmente, ele há de mandar um anjo consolador. Se Deus não afasta, em sua sabedoria, o mal, há de dar os meios para suportá-lo. Coisa ruim da oração não virá. 

Orar "com fé" não é fazer uma caricatura de fervor. É saber que Deus ouve, Deus julga e Deus dará o melhor, conformando-se à sua vontade.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.