Filosofia grega e a crise

/
0 Comentários


O que disseram os filósofos gregos sobre a crise: 
(aviso de altas doses de estereótipos adiante)

"Estava justamente pensando em como te pagar quando cai num buraco" - Tales de Mileto

"Vou fazer uma lei sobre dívidas" - Sólon, constituinte ateniense

"Só sei que nada devo. Cobre dos sofistas." - Sócrates

"Os euros devidos são apenas a imagem refletida na caverna de uma riqueza que existe como idéia" - Platão

"Vamos caminhar um pouco e eu te explico quando pagar" - Aristóteles, da Escola Peripatética

"Justamente aconteceu que Ciro o Grande devia para o rei da Babilônia..." - Xenofonte

"Meu, eu vivo num barril e você vem me cobrar?" - Diógenes, da escola cínica

"Não existe dívida, existe apenas a sensação do seu dinheiro que se foi, logo é impossível determinar pelos sentido quanto devo pagar" - Pirro, da escola cética

"Aha, você quer seu dinheiro, kkkkkkkkkkk. Pagarei em átomos" - Demócrito, o filósofo sarrista

"Buáaaaaa, eu não tenho como te pagar, snif..." - Heráclio, o filósofo depressivo

"O importante não é a dívida, e sim o prazer fluido pelo dinheiro gasto" - Epicuro

"Você precisa suportar varonilmente os cobradores" - Zenão, da escola estóica

"Tecnicamente eu não sou filósofo, não sei porque me citaram como devedor. Deve ser para eu contar depois sobre o calote para futuras gerações" - Heródoto, o pai da História.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.