Stercus haeresis

/
2 Comentários
Abade Alcuín de Tours
Esterco é esterco, né? Mas serve para fertilizar as plantas. E aquela mijadinha básica que o cachorro dá nos arbustos? É ouro puro de nitrogênio para as plantas, ainda que irrite demais se feito nas coisas dos homens.

Bem, uma das coisas mais curiosas na História da Igreja é que as heresias também involuntariamente contribuíram para a expansão da fé. Isso é muito curioso, porque a heresia é mal de fato, um pecado, mas Deus sabe usar o esterco para fertilizar a planta da Igreja.

Por exemplo, o arianismo foi uma heresia terrível, mas foram os missionários arianos quem converteram os bárbaros godos ao cristianismo. Uma vez no Império, eles abandonaram a heresia, e sem dúvida nenhuma é mais fácil sair de cristão ariano para católico que de pagão para cristão. Da mesma maneira o gnosticismo foi bastante sedutor para converter às classes altas do Império ao cristianismo. O montanismo, em sua fúria de propaganda, fazia mártires demais (até mesmo desejando sê-lo) o que no final redundava em publicidade ao cristianismo em si. Finalmente, sem o desapontamento com o maniqueísmo, não teríamos um Santo Agostinho tão enfurecido no fervor apologético.

Estas heresias sem dúvida são más. Porém de maneira misteriosa, concorrendo ao bem, este esterco do mal foi usado por Deus para fecundar a árvore da Igreja. É claro ensinamento da Igreja que Deus permite o mal as vezes para tirar um bem maior. Eis um exemplo. Lógico que muito mérito seja dado aos homens que combateram estas heresias, e que purificaram os erros para a perfeita unidade da ortodoxia da fé.


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Na minha opinião, esta é a grande mensagem do Senhor dos Anéis, do fervoroso católico J.R.R Tolkien, caríssimo frei: até o mal serve ao bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gastei tantos neurônios tentando entender a moral por trás de Duna que confesso nunca ter produido apreciar a alta moralidade de Senhor dos Anéis.

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.