Oposição: Tome outro seu lugar

/
0 Comentários
I see dead oposition...

A política em relação ao PSDB é simples e pavloviana: ele tem de levar porrada quando amarela e elogiado quando senta a pua no governo. Simples assim.

Quanto a acharem que estamos fazendo ciuminho no Aécio quando elogiamos a combatividade de Carlos Sampaio, Bolsonaro ou Caiado, ou mesmo o maquiavelismo de Temer e Cunha, ora, ora, não me casei com o Aécio. Ele teve sua chance e suamos muito por ele em 2014. Quanto a 2018, o cargo de "candidato natural da oposição" não é de ninguém, vai ter de rebolar para merecer. Aliás, as cristianizações pelos próprios tucanos das candidaturas de Serra I e II, e de Alckmin descredenciam o Aécio a reclamar de "abandono de correligionários".

O PSDB tem seu mercado como partindo sendo a oposição ao PT para um povo sem opções à direita. Nesta ciranda há uma relação simbiótica com o PT. O fim do PT é o fim do PSDB. O mercado político atual pede gente com menos punho de renda.

E quem não faz por merecer recebe a constatação do Salmo 108: "Fique deserta a sua casa; tome outro seu lugar"


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.