Lourdes, Fátima, Nossa Senhora e o combate à invasão dos muçulmanos

/
2 Comentários

VRAIMENT!!!

Carlos Martel (Martelo) foi o líder franco que na batalha de Tours na França, deteve os muçulmanos de invadirem a França e com isso a Europa Central. (Quer dizer, deteve por uns doze séculos, agora eles voltaram!). 

Outra curiosidade é que Lourdes, na fronteira com a Espanha, antes das aparições era famosa pelo seu castelo (belíssimo castelo) que era originalmente uma fortaleza dos mouros contra os cristãos na França. O neto de Carlos Martel, o Imperador Carlos Magno, teve grandes batalhas com os mouros para tomar o castelo de Lourdes, e ficou famoso o episódio do milagre da águia.

Castelo de Lourdes


Lourdes foi um local de uma aparição de Nossa Senhora histórico na batalha sem fim do Cristianismo contra a invasão Islâmica. Mas Fátima também tem uma raiz islâmica.

O nome Fátima se popularizou no mundo árabe por ser o nome de uma das filhas de Maomé e esposa do califa Ali. Em Portugal propriamente dito a Fátima que deu o nome era o nome de uma donzela muçulmana que apaixonou-se por um cavaleiro cristão. Fugiu dos seus (até porque seria apedrejada pela lei muçulmana) e converteu-se ao cristianismo, casando-se com seu cavaleiro. Mudou também de nome, passando a se chamar Ouriana.

Castelo de Ourém
Muito bem, Nossa Senhora aparece na Cova da Iria. A Cova da Iria faz parte do Distrito* de Fátima, que faz parte do Município de Ourém (de Ouriana). É curioso porque "Fátima" em si não é onde houve as aparições, mas foi o nome que se associou, ainda que de origem muçulmana, algo, sem dúvida, dentro dos planos divinos. Muito curioso o paralelismo com Lourdes, cena de muitas batalhas entre muçulmanos e cristãos. 

***

* - Um leitor luso muito gentilmente me explica que o termo correcto na terminologia portuguesa é "freguesia". 


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Gostei de muito de saber, sobretudo, dessa conquista do castelo de Lourdes. Bem haja!
    Sobre Fátima, apenas uma questão: não sei como são essas divisões administrativas aí no Brasil, mas Fátima não é um distrito (o distrito é Leiria), mas sim uma freguesia, que é, mais ou menos, um equivalente civil da paróquia (aliás, a etimologia é eclesiástica, provém de "filii ecclesiae"). O município (também chamado "concelho") é, de facto, o de Ourém, do qual foi senhor o Santo Condestável, D. Nuno Álvares Pereira, ou seja, São Nuno de Santa Maria (séc. XIV), que, depois de ter comandado o exército português (com especial destaque para a batalha de Aljubarrota, contra Castela, decisiva para a independência de Portugal) e de ter sido um dos homens mais poderosos do reino, ingressou na Ordem do Carmo, onde se tornou «um exímio vencedor de si próprio», como diz a liturgia da sua memória. Há uma lenda (e digo lenda pois não está suficientemente confirmada a sua veracidade histórica) segundo a qual o cavalo de São Nuno se teria ajoelhado na Cova da Iria.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.