Não jogue a toalha, ela cai sozinha

/
0 Comentários
Você nunca sabe o dia em que joga a toalha. Poucos dizem: "Joguei a toalha, adeus fé, nunca mais Igreja!". Que nada! A toalha escorre de mansinho sem você perceber, você vai esfriando devagarinho, não reza um dia, não abre a Bíblia, acumula desapontamentos com as lideranças da Igreja (não sem razão ultimamente), começa a perder o temor da salvação, dá uma faltada numa missa, as faltas ficam mais frequentes... a toalha devagarinho vai caindo, sem ser jogada.

Finalmente, meses e anos depois você se vê nominalmente católico, como uma casca de pele de cigarra, há muito abandonada seca no tronco de uma árvore. Ai basta um ventinho para você formalmente abandonar uma fé que você - sem desejar - já abandonou sem perceber.

Os grandes santos da mística já abordaram este fenômeno. Santo Inácio de Loyola fala da "Desolação" que é um sentimento violento de desânimo. Mas sem dúvida é esta desolação branda, imperceptível. Podemos até chamar de "aridez espiritual" de que Santa Teresa d´Ávila tanto sofreu. Porém eu me refiro a um fenômeno a longo prazo, é como aquela rocha que vai sendo desgastada pelo mar onda e onda, ela é forte e rígida, mas uma vez por dia perde um grãozinho de areia para o mar, anos depois ela está bem menor.

Nós vivemos de motivação. Até mesmo nossa fé. Por isso que saímos abrasados e animados de um retiro ou de uma grande pregação, saímos motivados. O dia a dia, as pequenas decepções da vida espiritual é que vão desgastando. Deus é bom, mas parece que está longe nos astros, nem todas as comunhões são atos palpáveis de maravilhamento espiritual, o papa ultimamente anda um saco de asneiras, os bispos e padres são mais fracos que blogs de internet. Eu ultimamente também já "joguei a toalha" em recriminar quem não vai mais na missa. Que missa? Dá vontade mesmo para o homem médio ir na missa na paróquia local, que virou um carnaval, uma ação entre amigos paroquiais, um culto semi-protestante de carismatização compulsória?

Enfim, motivação é importante até para a vida espiritual.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.