E bastou um homem de bem...

/
0 Comentários
Sobre a Operaçao Lava-Jato estou impressionado como bastou um juiz - um único e apagado juiz - para botar de joelhos a maior quadrilha do Brasil.

Lógico que Sérgio Moro não está sozinho. Ao seu lado militam também excelentes membros do Ministério Público e outros honestos varões da Polícia Federal, além da Imprensa independente.

Mas não deixa de ser impressionante o poder devastador e lancinante que um homem justo tem frente a uma quadrilha de safados. O bem é sólido como uma pedra, já o mal é uma vidraça pronta a ser espatifada pela pedra do bem.

E ao ver estes homens agindo e purgando nossa corrompida República, penso que é verdadeiro o ditado que diz que os maus triunfam com a omissão dos bons. Nós podemos muito, sim, podemos! Ao mesmo tempo carregamos pecados de omissão por não fazermos o que devia ter sido feito, por ter enterrado o talento da honestidade.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.