Diga-me com que jagunço andas...

/
3 Comentários


A tertúlia do papa com o MST não me deixa dormir!

São Paulo chamou a São Pedro de hipócrita porque este evitava aos cristãos do paganismo para comer com os cristãos do judaísmo. E ambos os grupos não podiam ser acusados de nada, exceto de não confiarem uns nos outros.

O papa Francisco não teve nem tempo nem vontade para ter uma audiência com D. Livieres, enxotado de sua diocese sem direito a ampla defesa apenas pelo crime de ser muito conservador.

O papa Francisco teve tempo de receber João Pedro Stédile e seus jagunços do homicida e terrorista MST, cujo campo brasileiro chora seu terror. O papa falou com eles, pregou a eles e foi gentil com eles. 

Já que Frei Clemente não tem autoridade para julgar ao papa, com a palavra São Paulo Apóstolo...

***

Um leitor me retruca que Jesus tinha com os pecadores e até era acusado disto.

Respondo que esperava este argumento. Nunca Jesus deu palavras de apoio a eles. Os doentes precisam de medico, mas o medico ataca a doença ou no mínimo não a reforça. A Zaqueu ele só prometeu a salvacao depois que ele disse devolver o que roubou.  Pelo que me consta, o MST nao saiu um milesimo menos homicida e bandido. Muito pelo contrário, foram fortalecidos e justificados pelas palavras de estimulo do Santo Padre.

Tambem relembro que Jesus foi comer na casa de Simao o fariseu, o qual ele alegoricamente disse dever 50 moedas. Ou seja, era pecador na media dos homens bons, ma non troppo, e estava ouvindo Jesus, o que significava que ele iria reduzir sua divida. O que é bem diferente de Jesus convidar a sua propria casa a Herodes ou Tibério César e ainda repetir com eles suas palavras e motes políticos. Quer queira quer nao, ao se encontrar com o MST, aos olhos do publico, o papa endossou a benignidade do movimento. Nessa logica entao ele poderia tomar um chá com o Estado Islâmico.

Alem do mais, o salmista, profeta e poeta, fala que é santo o homem que não se senta com os malvados (Sl 1,1 o primeiro do primeiro do saltério!). Ora, Jesus, mensagem dos profetas e maior dos profetas ele mesmo, não poderia a título de aparencia de pastoral violar este principio que ele mesmo colocou na boca de seu avô Davi, porque ele vinha dar pleno cumprimento à a Escritura. Há aqui que diferenciar entre os pecadores e entre OS MALVADOS. Pecadores todos os santos sao, Zaqueu, Simao, os doze, eu, você, Moises e Abraao. Mas Malvados, ora, na presença de Herodes Jesus se calou...


Você também pode gostar

3 comentários:

  1. NA FOTO, SERÁ QUE A ROUPA FAJUTA QUE STÉDILE USOU NO VATICANO FOI COMPRADA NUM BRECHÓ?
    Que chapéu derrubado, de roceiro!
    Pensando bem, sendo apenas um simples proletário, humilde e que fez "opção preferencial pelo pobres" tinha mais é que se apresentar assim, com uma roupa surrada, compatível com seu modus vivendi de um simples agricultor.
    Esses é o tipo dos homens que pregam a democracia, um mundo igualitário pelas suas ideologias, uns por todos, todos por uns, mas teoricamente!
    Pagaria muito caro para um cara desse aparecer num encontro como o emérito Bento XVI: a não ser antecedentemente passando por um exorcismo!
    Há um maldizente e concordantes por aí dizendo que o aperto de mão do Stédile é de maçônicos; seria mesmo, tem um toque especial?
    Isso lembra a CNBB elogiando Plinio de A Sampaio, "católico exemplar na política", elogiando o "católico praticante" E Campos, veto parcial ao aborto como queria o PT, D Hummes em fotos na mídia e sua confissão de uma particular amizade com Lula e o ciceroneando no Vaticano...
    Stédile é da mesma equipe, conhecido como anjo da guarda dos laranjais!
    Roger

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.