Não fazem porque não querem...

/
2 Comentários
Imagina se não tivessem! 
No dia do martírio de São João Batista, mais mortes de cristãos na Nigéria. Quem se importa? Cristão tem de morrer calado mesmo...

O Islã (em sua maioria) é uma religião de paz (by Barack Hussein Obama). Quem disser o contrário é queimado na fogueira pelos tolerantes, e duvido que o facebook permitira um segundo um artigo publicado que negasse esta doxa. O que impressiona é que a maioria dos terroristas, senão a quase totalidade, são dessa religião. Se a minoria do Islã faz a maioria dos terroristas, fico credenciado a pensar o que pode acontecer se a minoria convencer a maioria. Ou ainda, é provável que a minoria apenas parta para a ação terrorista e persecutória porque secretamente a maioria muçulmana apoie em silêncio. Convenhamos, os muçulmanos poderiam muito bem excomungar, ostracizar ou ainda se livrar desta "minoria terrorista". 

Não fazem porque não querem...



Você também pode gostar

2 comentários:

  1. O CARA DA FOTO ACIMA, AMIGO DO ISLÃ, É DO PT DOS EUA!
    HÁ GOVERNOS ATENTOS À INVASÃO ISLÂMICA NA EUROPA...
    Tempos atrás, a católica Hungria manifestou-se nesse sentido, quer o assunto tratado na União Europeia, idem outros, mais ainda com as admoestações de D Amel Nona, Arcebispo de Mosul, hoje refugiado em Erbil:
    "Nossos sofrimentos de hoje são o prelúdio daqueles que vocês, europeus e cristãos ocidentais, também sofrerão no futuro próximo. Perdi minha diocese. O local físico do meu apostolado foi ocupado por radicais islâmicos que nos querem convertidos ou mortos. Porém, minha comunidade ainda está viva.
    Por favor, tentem nos compreender. Aqui os seus princípios liberais e democráticos não valem coisa alguma. Vocês devem considerar novamente a nossa realidade no Oriente Médio, porque vocês estão acolhendo em seus países um número cada vez maior de muçulmanos. Vocês também estão em perigo. Vocês devem tomar decisões fortes e corajosas, mesmo ao custo de contradizer os seus princípios. Vocês pensam que todos os homens são iguais, mas isso não é verdade: o Islã não diz que todos os homens são iguais. Os seus valores não são os deles. Se vocês não compreenderem essa realidade o suficiente, vocês se tornarão as vítimas do inimigo que acolheram em sua casa.
    Do Corriere della Sera 14/08/2014.
    O islamismo é uma religião tão tolerante que, se um dentre eles quiser ser cristão, tem prazo de até 30 dias para arrepender-se; caso contrario, umas das penalidades é a decapitação, crucifixão, se der muita sorte, banimento, além de que, pelo Alcorão matar um cristão não é crime, não o inverso!
    Roger

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.