A última Cuzada

/
2 Comentários
Confiem na gente!
Parem com esta inocência de Cruzada pelo Iraque. Hoje em dia quem tem as armas para deter os jihadistas é inimigo da Santa Sé e do que ela ensina.

Quem pode deter na região os jihadistas de fato por mão militar? EUA, Rússia e Irã. EUA porque está no Iraque, Rússia porque ajuda Assad na Síria e o Irã que por ser xiita é inimigo dos jihadistas sunitas.

Do primeiro conhecemos bem o anticristianismo fabiano do presidente. Do segundo, o Eurasianismo, a Ucrânia e o vôo da Malaysian não negam as más intenções. Quanto ao terceiro é usar a sífilis para combater a gonorréia. 

In summa, cruzada só se for de rosários.


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Querido frei,

    A Igreja Católica, como você bem sabe, nunca teve forte poderio militar. No passado contou com reinos cristãos para deter os "mouros" na Espanha e na Áustria por exemplo. E as Cruzadas foram incentivadas por reinos católicos, incluindo na Inglaterra.

    Hoje, como você bem disse não há "reinos cristãos", mas os cristãos continuam sendo os mais perseguidos no mundo.

    Também como você sabe, nunca o enfrentamento com o Islã foi vencido com política ou orações apenas. Hoje coloco no meu blog o que disseram os santos sobre o Islã (http://thyselfolord.blogspot.com.br/2014/08/o-que-os-santos-falaram-sobre-o-isla.html).

    Sendo assim, o que você quer que o mundo faça para deter as bestas humanas que crucificam e matam crianças no Oriente Médio? Flores não resolverão, infelizmente. Orações sempre ajudam, claro, sem elas não há salvação, mas seria melhor que fossem acompanhada com gente portando armas. Como recomendaram inúmeros santos.

    Os cristãos dos reinos pagãos podem exigir isso do seus governos.

    Abraço,
    Pedro Erik

    ResponderExcluir
  2. O de cima, Obama, não passa de uma incógnita, um mix de marxismo, recheado de islamismo e nuances de cristianismo, mas segundo sua esdrúxula mentalidade concebe, fedendo a Nero, Diocleciano etc., versão século XXI.
    O do meio, Putin, putz grila, o grande defensor dos cristãos "ortodoksos", aqueles que nas horas vagas compartilham com os marxistas e à tardinha, promovem os cultos religiosos muy ortodoksos; um sujeito muito santo, por sinal.
    O de baixo, chegado na deusa da lua, muito irritadiça entre os "irmãos" muçulmanos, como prova os ódios entre sua facção xiita x sunitas, continuando até hoje no topo das mesquitas; aos de fora então, ela é muito mais agressiva.
    Faça um shake com os 3, teste com cautela o produto final que será de alta combustão!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.