Assim falava Samuel... E Isaías... E o chefe de ambos

/
2 Comentários
Maria, exemplo de suma obediência
Deus nao pede que vc se sinta devoto o tempo todo, devoção e consolação vão e voltam. É normal. 

O que Deus pede - ou melhor, ordena - é que você obedeça aos mandamentos, e o tempo todo.

Os grandes santos se sentiam muitas vezes áridos e afastados de Deus, mas nunca estiveram de fato, porque sempre cumpriram os mandamentos. Como disse o profeta Samuel "Deus quer obediência, não sacrifícios.". Hoje em dia por sacrifícios troque por devoções, cerimônias, sacramentais, tudo que é bom para os bons melhorarem, mas ainda assim acessório. Foi como disse Isaías "Este povo me honra com os lábios mas seu coração está longe de mim"

E como mais tarde disse o chefe de Samuel e Isaías: "Por que vocês me chamam de Senhor e não me escutam? Nem todo que diz 'Senhor, Senhor' chega aos Céus, mas só quem obedece ao Pai". 


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. É o que eu digo sempre, há muitos católicos devocionistas, e muito pouco os que saibam e obedecem o que realmente crê e ensina a Igreja Católica. Ficam dom suas devoções, mas não são capazes de irem atrás para saber o que realmente ensina a Igreja, não são capazes de obedecer o que a Igreja ordena, e aí quando se convertem a uma igreja protestantes, dizem que eram católicos praticantes, eram uma ova. Praticas devocionais não fazem de um católico um verdadeiro católico, um verdadeiro católico tem suas devoções, mas tem o conhecimento profundo de sua fé e a obediência irrestrita a tudo que provém desta fé.

    Anônimo Sidnei.

    ResponderExcluir
  2. PRIMEIRO, AS OBRIGAÇÕES; DEPOIS, AS DEVOÇÕES.
    Na vida espiritual, temos altos e baixos e a aridez sempre a nos acompanhar, ora para mais ou menos, mas devemos desconsiderá-las como parâmetros de nossa espiritualidade, quer para boa ou medíocre; o importante, como relata o artigo, é mantermo-nos no fiel e primordial cumprimento da vontade de Deus, e tentar acertar com ela, outro ponto importante, a qual deve ser primordial em nossa vida.
    As devoções não são irrecomendadas, mas importa executar aquela, deixando essas noutro patamar, mais para o secundário, por muitas das vezes sempre mais se endereçarem a interesses pessoais e coisas.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.