Uma obra verdadeiramente demoníaca do governo do PT e seus aliados

/
2 Comentários
"A gravidez de cubanas no programa "Mais Médicos" – O programa "Mais Médicos" viu-se diante de duas questões legais na semana passada. Cinco profissionais cubanas teriam engravidado aqui. O governo de Raúl Castro estaria exigindo o regresso dessas mulheres grávidas, determinando que só poderão continuar no Brasil se abortarem. Eis a primeira questão:o aborto é crime em nosso país. Mais: o acordo de trabalho firmado entre os dois países estabelece que é a Missão Médica Cubana no Brasil que autoriza ou não o namoro das profissionais com homens não nascidos em Cuba. Essa é a segunda questão legal: o Brasil, regido pelo Estado Democrático de Direito, proíbe a discriminação de nacionalidades em namoros ou casamentos.

Implicante - A notícia é tão estarrecedora que parece coisa de filmes de ficção em que governos ditatoriais são retratados com exagero na maldade. Mas, tragicamente, é um dado dos dias de hoje, acontecendo justamente no Brasil.
Gostaria de saber especialmente a opinião da turma que defende o lema "meu corpo, minhas regras" e, ao mesmo tempo, também defende o sistema de contratação do Mais Médicos, que restringe as cubanas quanto à disposição sobre o próprio corpo, a própria liberdade e até os próprios desejos – obrigando-as, agora que estão grávidas, a escolher entre aborto e extradição.
E quis o destino que esse absurdo viesse à tona em plena véspera do Dia das Mães. Aguardemos se o governo fará demagogia, escondendo o caso, ou se "permitirá" que as cubanas grávidas não sejam extraditadas caso não queiram fazer aborto.


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. ...e se serão condenadas se fizerem aborto.

    ResponderExcluir
  2. AFINAL, DIRIGEM O PAÍS LEGIÕES DE DEMONIOS, ENTÃO...
    Sob um governo comunista ditado pelas acima tudo se pode esperar, levando-se em conta que, para se insurgirem mesmo entre si, é questão de conveniência, oportunidade ou outros motivos que o justifiquem, daí se arrebentarem uns aos outros faz parte da rotina, como exemplos os conhecidos "expurgos", casos Celso Daniel, Toninho do PT, de igual forma as escravas médicas cubanas não escaparão ao esquema do "Politicamente Correto" adequado ao caso.
    Afinal, não é isso que sucede no ambiente onde Satã dita todas as regras a seus súditos, não só entre si, pior ainda em relação aos outros, os quais nesse mundo material não passam de bens de serviço como serventia ao partido e ao deus-Estado, nada mais?
    Aguardemos o próximo golpe contra as lacaias médicas.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.