Um acerto e um erro de Jabor ou ''Brasileiro é o lobo do brasileiro''

/
1 Comentários
Comento um trechinho de um artigo de Arnaldo Jabor.

A velha "esquerda" sempre foi um sarapatel de populismo, getulismo tardio, leninismo de galinheiro e agora um desenvolvimentismo fora de época. 

Ehehehe... Leninismo de galinheiro. Gostei da expressão

A velha "direita", o atraso feudal de nossos patrimonialistas, sempre loteou o Estado pelos interesses oligárquicos.

Não, Jabor. Procurei a velha direita e ela não existe. Nem no Museu Nacional com sua única múmia, nem no Museu do Ipiranga, com suas lindas salas com o teto desabar. O que você descreveu ai é a Nova Esquerda mesmo. O que é a velha direita? Carlos Lacerda? Rui Barbosa? Vou mais longe, José Bonifácio? Mas ai ele se corrige:

A chegada do PT ao governo reuniu em frente única os dois desvios: a aliança das oligarquias com o patrimonialismo do Estado petista. Foi o pior cenário para o retrocesso a que assistimos. (...) Foi o Plano Real que tirou 28 milhões de pessoas da pobreza e não este refrão mentiroso que os petistas repetem sobre o Bolsa Família ou sobre o PAC imaginário.

Ai veio um auto-engano final:

O conceito de solidariedade natural, quase 'instintiva', está acabando. Já há uma grande violência do povo contra si mesmo.

Mas tudo bem. O diagnóstico é preciso. Brasileiro é o lobo do brasileiro. Antes fossem os americanos ou os russos... 


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. HOMO HOMINI LUPUS EST
    Discordo do Jabor, pois o brasileiro se enquadra nesse parâmetro acima tanto quanto os outros povos em cada país e entre nações querendo-se devorarem, pelos menos os desconhecedores da mensagem de Cristo ou dos que não O aceitam.
    Evidentemente, que entrando em cena as desgraças comunistas tipo PT deterioram a mais a situação que não era tão ideal, mas controlava-se, pois as rixas e atritos entre pessoas e grupos eles mesmos cuidam de atiçar, sendo programa da ideologia do partido a ser implantada para promover a agitação social e facilitar-lhes a dominação do povo e, como pressurosos asseclas de Satã, são experts no métier de desde já infernizar o mundo.
    Logicamente, isso sucede graças aos que confiam nessa maldição e ainda lhes dão voto de confiança nas urnas.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.