''Todas as propostas da Igreja Católica e demais entidades que representam um segmento da sociedade devem ser recebidas com muita humildade pelos candidatos''

/
2 Comentários
Folha - O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), lamentou na tarde desta quinta-feira (29) a saída do ministro Joaquim Barbosa do STF (Supremo Tribunal Federal). Segundo o tucano, Barbosa fez "muito bem à Justiça" do Brasil.

Atual presidente da corte, Barbosa ganhou notoriedade nacional ao conduzir o julgamento do mensalão, que levou à cadeia ex-dirigentes do PT, integrantes do governo Lula e de siglas como o PR. "É um homem que o Brasil aprendeu a respeitar. Íntegro, honrado e que fez muito bem para a Justiça brasileira", afirmou. A saída de Barbosa foi anunciada nesta manhã pelo presidente do Senado, Renan Calheiros.

APARECIDA

Aécio falou sobre o assunto durante visita ao arcebispo de Aparecida (SP), dom Raimundo Damasceno, que é presidente da CNBB, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil. O tucano se reuniu com Damasceno por cerca de meia hora e depois visitou, ao lado do arcebispo, a Basílica de Aparecida. No local, ficou de joelhos por alguns minutos diante da imagem da padroeira do Brasil e disse ter se emocionado com a visita. "Estive aqui com o meu avô, em 1984", justificou.

O senador disse ser católico e tratou a visita como "pessoal". Ele saudou a iniciativa da CNBB de pregar um projeto de iniciativa popular para a reforma política e afirmou ter assegurado a Damasceno que "pontos convergentes" entre a proposta da Igreja e a de seu partido serão debatidos.

Na última eleição presidencial, a inserção de temas religiosos levou a uma radicalização do debate de temas como o aborto. Apesar do aceno à Igreja, Aécio disse não acreditar que isso se repita este ano. "Todas as propostas da Igreja Católica e demais entidades que representam um segmento da sociedade devem ser recebidas com muita humildade pelos candidatos", disse.

O senador disse ter uma relação de longa data com a Igreja e citou o papa Francisco como um dos incentivadores da participação de "cristãos" na política. "O papa Francisco falou do exercício da política como uma forma sublime, foi essa a palavra que ele usou, de servir às pessoas", disse. (Folha)


***

Nota do Frei: Eh, bien, não me parece que Aécio seja o candidato do coração da CNBB e dos bispos vermelhos... Nesta eleição eu já tomei um lado claro e digo em alto e sonante som: Qualquer voto que não seja em Aécio Neves, por ser o candidato mais viável da oposição, é um voto em Dilma e no projeto bolivarianista do PT. Não é assim porque quero, é assim porque a política é assim, e a coisa está nesta merda toda (perdoem-me o termo, mas não há palavra melhor para descrever) porque nós, homens de bem, abandonamos a luta política que foi tomada pelos maus. Agora é apenas correr atrás do prejuízo, é fazer um empréstimo pessoal para cobrir o cheque especial, é tomar o remédio para o coração que prejudica o fígado, é tolerar Caifás se ajuda contra Herodes, é comer areia para não ter de comer esterco, é ficar com a pfff... social-democracia para fugir do bolivarianismo


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. VOTE NO PT; AGUARDE A RETRIBUIÇÃO DE SATÃ!
    Não há saída; se for Marina melancia/Campos estaremos ferrados no mesmo comunismo stalinista do PT; se não iguais, talvez sejam piores que Dilma; e o resto, convém bem citar pois são figurinhas opacas, sem respaldo algum, além de vários comunistas aliados dissimulados em partidos independentes, mas em alianças secretas com o PT, outros explícitos, como o "evangélico" Edir Macedo-PRB..
    Quanto ao JBarbosa, teria sido uma boa jogada: saiu, com os mensaleiros presos e, de repente, Lewandowski os libera: que bom! A antipatia por Dilma aumentará mais ainda - vaias por onde passa - e as mulheres, ao que parece, a detestam; mulher, em geral, não vota em mulher, ainda mais mexendo no bolso delas!
    Já pensou se Aécio o convidar para ministro da Justiça, quanto milhões de votos a mais?
    Noutra trincheira, Ronaldo Fenômeno está pondo ventilador na farofa do PT!
    Os 10 últimos papas até ao saudoso Bento XVI duramente condenaram os comunistas e quem os apoia, como Leão XIII que os sentenciou como PESTES MORTAIS, na QAM, e o católico que votar consciente de o PT se enquadrar nisso dá excomunhão automática da Igreja por estimular e compartilhar da prática do aborto, pedofilia, ideologia do gênero, apoio aos narcotraficantes, como das FARC, apoio à liberação de drogas, homossexualismo, feminismo, perseguição à Igreja, incremento à prática do diabolismo e afins.

    ResponderExcluir
  2. Giuliano Fiorante31 de maio de 2014 12:01

    Hoje estava em uma leve discussão, a tentar explicar justamente isso.
    Um colega de trabalho em sua revolta, que até entendo, pregando o voto nulo. Meu voto será do Aécio, não gosto do PSDB mas é a única opção viável no momento. Como diz o ditado, que não tem cão caça com gato.
    Ou menos pior um fabianismo, social-democrata do que o vil bolivarianismo.
    Faltou em meus argumentos essa bela frase aqui escrita: "comer areia para não ter de comer esterco"

    Acho que o grande problema é que as pessoas não compreendem um mínimo do jogo político. Um aliado não é para casar e sim para derrotar um mal maior.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.