A Apologia a Olavo de Carvalho

/
7 Comentários
Filósofos devem ser procurados pela sua filosofia.
Pilotos sobre aviões
Engenheiros civis sobre edificações
Cardiologistas sobre corações
E sacerdotes sobre doutrina católica. 

Quem chama o Olavo de Carvalho de herege certamente está com má fé e deve estar ajudando aqueles a quem o filósofo denunciou. Em primeiro lugar, heresia é uma afirmação pertinaz de um ponto diferente da fé como se fosse a doutrina católica. Portanto se alguém solta uma opinião sobre a religião cristã que você não concorda ou vê que está errada, ou enviesada, no máximo pode dizer que é um erro, quiçá uma estupidez, não uma heresia, nunca, de jeito nenhum! 

Em segundo lugar, um filósofo deve ser procurado por sua filosofia, não para ouvir doutrina católica. Schopenhauer é um excelente, senão o maior filósofo moderno, mas era ateu até do avesso. Aristóteles era pagão, São Tomás deixou de aproveitar suas contribuições por isto? Nada disso nega as grandes contribuições da sua filosofia. Se quiser saber de doutrina, vou em Bento XVI, Cantalamessa, Lano Cifuentes, Paulo Ricardo ou mesmo nos grandes doutores do passado, muitos deles com forte formação filosófica, como Boaventura, Agostinho e Aquino. Em resumo, ninguém é autorizado a ler apenas autores católicos. Será que somos tão idiotas ao ponto de sermos influenciados por qualquer coisa diferente que eventualmente lermos? Então não haveria mais  católicos nem famílias, porque a nossa TV aberta ensina praticamente o evangelho do anticristo do relativismo e da destruição das famílias. 

Olavo de Carvalho poder ter as opiniões que quiser sobre doutrina, ele não é um sacerdote. O que devemos buscar em Olavo é a excelência de seu ensinamento como filósofo e pensador político, que abriu os olhos de milhares desta geração para os males da Mentalidade Revolucionária, dentre outras diversas contribuições. Catequese a gente busca nos doutores e teólogos. Filosofia nos filósofos. Pilotagem nos pilotos. Engenharia nos engenheiros. 

É tão simples! 

Quem confunde e espalha confusão, certamente não entende de doutrina católica e está a serviço daqueles a quem Olavo tão formidavelmente desmascara. E se me permitem, mesmo em doutrina Olavo de Carvalho me parece mais ortodoxo que uns bons 70% do episcopado brasileiro. 

Este autor humildemente se coloca entre aqueles que aprenderam com o professor (como aprendi com Schopenhauer e nunca virei ateu!). E atesta os bons frutos de suas obras.  



Você também pode gostar

7 comentários:

  1. Bom, não concordo completamente com você, Frei

    Conheço otimos apologistas católicos que ensinam bispos que sao autididatas
    Acho que filosofia é a "assistente da teologia", um filósofo deve saber teologia e vice versa.
    Gosto de Olavo de Carvalho, por vezes ele é brilhante mas também tenho muitas críticas a ele também. E podemos critica-lo por erros teológicos. Ele saberá rebater e gostará do debate.

    ResponderExcluir
  2. Excelente artigo, Padre! Muito obrigado por este blog, que tem me ajudado muito.

    ResponderExcluir
  3. AO MOSTRAR OS INTESTINOS PUTREFATOS DOS REVOLUCIONARIOS COMUNISTAS, COMO DO PT, TEVE QUE EXILAR-SE!
    Deparei-me com determinados pontos de vista religiosos de Olavo de Carvalho, mas nem com todos concordei; doutra forma, filosofando, sempre vi nele um exímio, incontestável mestre na raríssima arte de dissecar os cadáveres dos revolucionários marxistas, sendo um expert - apesar de alguns deles ainda vagarem nesse mundo à espera do julgamento, nada mais, para eles tudo está perdido, é fato - e Olavo de Carvalho tem sido nisso o mestre dos mestres por aí, inclusive odiado pelos comunistas por denunciar-lhes seus pérfidos métodos de dominação dissimulando-se fraternais, inclusive numa conhecida farsa já bastante batida de "opção preferencial pelos pobres", que de fato é: "opção preferencial pelos idiotas-uteis" que os levam ao poder e depois os submete como escravos, isso sim.
    Não há um só movimento deles - tramas ou trapaças - ao qual não esteja atento, sempre mostrando o que há por detrás; eis aí sua sui generis perspicácia!
    Já fui, em comentários noutros blogs, tachado de "Olavette", foi honra, pois meus contestadores eram já idiotizados, dopados pelos vermelhos.
    Como convertido ao catolicismo, mesmo no campo religioso, dá lições interessantes do niilismo dessas ocas doutrinas que, em suma não passam explicitamente de culto a Satã, a partir de seus próprios fundadores, devotos praticantes de magia negra, Marx/Engels, pais dos comunistas - e acabam sendo também dos que os apoiam - como os eleitores.
    Ai de nós há tempos e no momento se não fosse Olavo de Carvalho com sua argucia de detectar as artimanhas dos comunistas, sendo eu mesmo grato por suas lições, e ainda o acompanho nesse sentido.
    Não é nem um pouquinho chegado em D Arns e na CNBB a qual para ele seria extensão da esquerdista Teologia da Libertação-PT!
    Para farejar comunistas, ele é a flor: "comigo-ninguém-pode"!

    ResponderExcluir
  4. Esta é a última vez que comento em seu blog, Fr. Clemente. O sr. não é justo em seus posts: como citar Santo Tomás de Aquino e se esquecer de Boff? Como citar Bento XVI e não citar Queiruga?

    O sr. se lembra do meu último comentário, não? Pois bem, ele resume a minha visão sobre o seu apostolado: e como um bom e obediente frade, recomendo que deixe de usar o hábito, pois trata-se de uma atitude opressora: todos são iguais, como dizia São Marx: portanto, nada de hábito, batina ou clergyman, entendeu?

    E como um sincero defensor da liberdade, igualdade e fraternidade, gostaria de avisá-lo: todos o clero de Sururipa do Cachamalego está decidido a escrever uma carta aberta anônima contra o sr, como fizeram com o tradicionalista Pe. Paulo Ricardo. Todos os padres das CEB's nos apoiam nesta campanha em prol do povo pobre e oprimido.

    Eu até diria ao sr. para tomar cuidado com a sua alma... mas aprendi na faculdade de teologia que ele não existe.

    Passar bem

    Fr. Magnésio Progre Sista, Ordem de São Marx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é sério mesmo ou foi deboche?

      Excluir
  5. "Eu até diria ao sr. para tomar cuidado com a sua alma... mas aprendi na faculdade de teologia que ele (o inferno) não existe".

    ResponderExcluir
  6. Pelo menos este eh honesto, diferente de outros da mesma ' filosofia'.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.