''Você não precisa da Teologia da Libertação''

/
1 Comentários
Pelo nosso venerabilíssimo colaborador, Pe. Marcos Mendes, cujo apostolado merece todas nossas orações: 



Meu querido, minha querida,

Você pode ser a pessoa que deseja uma prática de justiça profunda e pode querer mudar as estruturas opressoras que tanto nos fazem mal e aos outros!
Isto está correto!
Não deve se conformar com aquilo que maltrata a vida.
Mas para você ser esta pessoa sedenta de justiça, você não precisa de teologia da libertação.
Como cristãos, o Evangelho é o grande referencial.
Temos lá diversas críticas às injustiças, como a Parábola do Rico e do Pobre Lázaro (Lc 16,19-31), do Bom Samaritano (Lc 10,29-37) e a história de Zaqueu (Lc 19,1-10) e tantos outros textos sobre a missão do Cristo, que não separam a sede por justiça do amor.
Na Igreja temos grandes exemplos de santos e profetas que lutaram pelos pobres: São Basílio Magno, São João Crisóstomo (perseguido pela elite do seu tempo, teve que sofrer exílio), São Francisco, São Geraldo, Bartolomeu de las Casas, Antonio de Montesinos, Charles de Foucauld, Pe. Ibiapina, Pe. Cícero, Madre Teresa de Calcutá, irmã Dulce, é uma constelação deles.
Não precisa ir atrás de Che Guevara e de Karl Marx para construir um mundo mais irmão.
Não se deixe enganar, quando falarem para você de justiça para com o proletariado, pobres, e colocarem dentro de você a cizânia do ódio por quem quer que seja!
Cristo poderia ter todo preconceito para com os romanos, mas curou o servo do Centurião Romano (Lc 7,1-10).
É assim com os seguidores de Marx, porque o ódio de classe é necessário para promover o processo revolucionário. Dizem que a violência é a parteira da sociedade. Isto sim é apologia à violência. Tudo se justifica para se chegar no socialismo, no comunismo, inclusive a ditadura do proletariado. Todos os fins são justificáveis para se chegar ao socialismo.
Vittorio Hosle, filósofo moderno, diz que o marxismo é anti-ético, porque nele os fins justificam os meios.
Você não precisa nem de Frei Betto, nem de Leonardo Boff, nem de Ivone Gebara.
Você não precisa de falsos profetas, que falam em defender o pobre e apoiam o aborto, apelando para sensibilidade das pessoas que é para proteger as mulheres pobres.
Na verdade, a turma das feministas querem o aborto baseado num direito sobre o próprio corpo, e direito de aborto nesta linha até o momento das dores de parto, a exemplo do que já acontece nos Estados Unidos.
O corpo da mulher não é o mesmo corpo do embrião e do feto.
Não se misture com gente deste tipo, porque você suja sua alma com sangue de crianças!
Você quer começar um mundo melhor!
Se ligue no Cristo que caminha ao teu lado, que Ressuscitou!
Se ligue em Nossa Senhora, que nos foi dado como Mãe, quando o Cristo agoniza na cruz!
E todos nós que cremos no Ressuscitado, façamos por onde ser de fato o fermento de um mundo novo, luz do Reino dos céus!


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. COM UM JEITO DIFERENTE, TODOS NA MESMA DIREÇÃO, MAIS UM PARA O CORO DOS SACERDOTES ATUANTES!
    É a 2ª que vejo do Pe Marcos Mendes, com seu jeitinho pessoal, com sutilezas, está demonstrando por meio de uma linguagem bastante didática de como, por detrás da Teologia da Libertação, melhor - Ideologia do Relativismo - existem apenas falsidades, fraudes, tramas, trapaças e trambiques em nome de uma suposta fé católica e de fraternidade para com o próximo; tudo não passa de armadilha para depois manterem cativos os que acreditarem em suas propagandas de um mundo igualitário e irmanado.
    Vejam o caso do chefão Lula, o que possuía e sua imensa fortuna entre os mais ricos do mundo, mesmo seus adjuntos!.
    Que esperar de revolucionários adeptos de ideias e ações especialmente satanistas? Tal pai, qual filho!.
    Os comunistas gostam tanto de pobres que onde adentram estão garantidos a eles as mesmas liberdades dadas aos escravos e os ódios recíprocos!.
    Quer melhor exemplo que a ilha-prisão, das subversões e do trafico de drogas Cuba?
    Vejam as imensas discórdias internas geradas só pelo caso André Vargas no PT, pois nessa sucia pode roubar à vontade, sendo vedado apenas deixar rastros e ser apanhado!
    Como disse o Vicentinho, caso A Vargas: aí, não, cumpanhero, "sujando" o partido!
    Teologia da Libertação ou partido comunista: questão apenas de denominação; dá no mesmo!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.