Dois amores geraram duas cidades...

/
1 Comentários
Tenho sentido nos últimos dias uma moção fortíssima para reler "A Cidade de Deus" de Santo Agostinho, livro formidável que mudou a face do mundo. Faz tanto tempo que li que será praticamente um livro novo.

Talvez seja o desapontamento cada vez maior com a Cidade dos Homens da República do Brasil, talvez seja uma boa inspiração do anjo da guarda, talvez seja o Altíssimo pedindo para voltar a olhar as coisas do alto, talvez seja a alma peregrina na terra que sente saudades da sua cidadania batismal...

Enfim, "dois amores geraram duas cidades...".

Leiam comigo!


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Ao menos lutar sem treguas, mesmo que não consiga reverter, não importa, em trocar o inverso pelo verso.
    "Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Rm 1:25

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.