Os conservadores são o exército do papa. Qual papa? Qualquer papa!

/
2 Comentários
Bispo modernista
Conservadores e tradicionalistas nunca desobedecem ao papa. É da natureza deles. Por mais que até se reclame e se murmure, ora bolas, papa é papa e a maior tradição a ser conservada é respeitar ao papa. É como nosso pai, por mais que as vezes o velho nos dê nervos, nós o amamos demais, demais, demais... Não falo, evidentemente, dos radicais cismáticos que atiraram em Francisco desde que ele pôs os pés na sacada da basílica vaticana. Eu falo de nós mesmos, conservadores que vamos à missa na paróquia local e agüentam com paciência de Jó as patranhas da Campanha da Fraternidade...

Já os esquerdistas, modernistas, liberais (não no sentido econômico, mas de moral) ah, estes sim movem guerra a ferro e fogo por dentro contra o Santo Padre. Basta ver a resistência que João Paulo II e Bento XVI sofreram deles. E são tão cínicos que conspiram abertamente e vêm com cara de santos clivar a Igreja entre bons e maus. São estes que vibraram incontidamente quando Bento XVI renunciou.  São estes pilantras que chamam ao papado de Francisco de revolucionário, sendo que revolução alguma houve, muito pelo contrário, tudo anda bem na mesma...  (Felizmente as fases de entrevistas infelizes já cessaram, ufa !!!)


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Os católicos estão hoje enfiados numa tremenda confusão na net com relação à Igreja e ao papado, pois há sites e blogs de varias tendências, cada qual a seu jeito dando sua versão aos papas, ora os condenando ora os reprovando; aliás, o que tem mais causado rebu na midia é o papa Francisco, o qual deve ser sempre interpretado á luz da tradição da Igreja e dos antecessores.
    Assim, semeiam discórdias e confusão, como os rad-trads, os FSPXistas donde se aproveita muito, os sedevacantistas, os RCCistas protestantes, os social-católicos(?), os "chá de flor de laranjeiras", os declarados ou não apóstatas etc., alguns aparentemente católicos, mas vinculados ao espiritismo, os das maldições de ancestrais e doutros ocultismos, os teelistas-socialistas descarados, ou espíritas, usando a bíblia como referencias para enganarem os incautos etc.
    Assim, os tradicionais que não são os rad-trads situam-se no meio, com os quais o papa pode sempre contar, apesar de serem minoria, já que os católicos hoje em geral preferem um cristianismo à século XXI, o light da "tolerância, do não constrangimento ás outras religiões, da fraternidade"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frei Roger, falaste tudo, leste meu coração! Também fico perdido e meio a tudo isto

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.