Ebook do Frei foi lançado - Política Eclesiástica para Conservadores

/
6 Comentários
Acesse o E-book de estratégia política do Frei Rojão aqui:

Política Eclesiástica para Conservadores - Formato PDF

Política Eclesiástica para Conservadores - Formato HTML



Esta obra ainda está incompleta, mas ofereço ao leitor uma edição parcial de forma orgânica. Por hora, está dividida em três partes.

Na parte I, “Tempos Modernos” faço uma panorâmica do momento da situação atual. O capítulo I é a base teológica e metafísica, explica como o Pecado é a razão de todos nossos males. O capítulo II trata da formação cultural do mundo moderno. O capítulo III é mais específico, e trata da formação educacional dos brasileiros e de seus padres. O capítulo IV, continuando a ir do geral ao específico, trata das falhas de compreensão dos brasileiros e o que o conservador deve lidar, afinal, estamos numa guerra de idéias que devem ser transmitidas. Finalmente, como um arremate, o capítulo V é um combate contra o sectarismo, esta tentação que todo homem esclarecido tem de se fechar soberbamente e não se juntar àqueles irmãos, por vezes irmãos que não pensam igual, rumo ao bem comum.

Na parte II, “Principados e Potestades” é uma panorâmica dos inimigos que há a se vencer. O capítulo VI combate o próprio inimigo interno, a nossa covardia. O capítulo VII trata dos Países e Reinos do Mundo no sentido nacional e mostra, como diz o salmista, porque as nações da terra se uniram contra Cristo e o Senhor. O capítulo VIII trata do protestantismo, e como ele pode ajudar – ou atrapalhar! - nesta luta. O capítulo IX trata do aparelhamento, este flagelo que corrompe as instituições humanas, inclusive a CNBB. O capítulo X, finalmente, trata da Guerra Cultural, a razão de ser desta obra.

A parte III ainda não foi escrita, mas o farei conforme o Altíssimo me der força e ciência. Seu título provisório é “O que fazer”, propositalmente paródia do livro de Lênin e dá alguns conselhos práticos ao combate dos conservadores. Que o Deus de Israel, pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, que sempre sustentou a Igreja católica nestes seus primeiros vinte séculos, abençoe meus leitores para que alcancem uma boa compreensão do tema, a despeito da ineficácia e ignorância do autor. E que frutifiquem trinta, sessenta, cento por um!

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!!!

***

Mas para quem quiser ler no blog, aqui vai os links:



Leiam os textos anteriores:


Capítulo I - Parte II
Capítulo II  - Parte I
Capítulo III - Parte I
Capítulo VI - Parte I
Capítulo V - Parte I


Capítulo VI - Parte II 
Capítulo VII  - Parte II 
Capítulo VIII - Parte II
Capítulo IX - Parte II 
Capítulo X - Parte II

Parte I e II ("Tempos Modernos" e "Principados e Potestades") completa em ebook PDF (Capítulos I a X)




Você também pode gostar

6 comentários:

  1. ISSO É DE FATO EVANGELIZAR!
    Uma obra bastante esclarecedora do que sucede hoje em dia num mundo de relativistas: falam uma, porém querem dissimuladamente dizerem outra - e têm conseguidos importantes trunfos, as vitorias eleitorais do PT - com ajuda dos Judas da Igreja católica, banda vermelha impostora da CNBB e dos idem evangélicos, como Edir Macedo - dos que sobrevivem de falcatruas culturais, tentando de todas as forma provarem que 2 + 2 = 5, e como estão no poder, há milhões que acreditam nessa contabilidade!
    Vale a pena ler, reler, consultar e mais!
    Hoje, assistindo ao "Questões de Fé" lá de BH, TV Horizonte, ouvi o titular elogiando a serigaita irmã Cristina Sccucia, a que foi ao programa cantar Alice Keys com o intuito de "evangelizar"; de minha parte, deixe-lhe o meu recado, descendo o bambu; analisei-o em breve religiosas(os) num desfile de Escola de Samba, sexo-novelas, BBBs e correlatos no mesmo intuito!

    ResponderExcluir
  2. Caro Frei, sem sombra de dúvidas, estive a analisar parcialmente seu escrito e sem nenhuma modéstia constato que realmente está a altura de uma "Cidade de Deus", de Santo Agostinho. Quem dera que nossa Igreja o lesse. Mas, gostaria de pedir-lhe permissão especial para postar seus textos em nosso espaço. Aguardo sua resposta. Grato, Maximus Decimus Meridius

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, meu amigo, "menas, menas, menas!!!" como diria o Apedeuta

      Já me disseram para virar presidente (http://freirojao.blogspot.com.br/2014/03/um-anonimo-vem-me-atacar-com-aquela.html) e você rebaixa Santo Agostinho o comparando comigo? Mesmo assim obrigado pelas palavras!

      Pode publicar sim. O que eu escrevo aqui pode ser reproduzido, aliás, é meu interesse que seja divulgado o máximo.

      Basta um linkzinho para cá por caridade, para que vendo a laranja saibam onde é a laranjeira.

      Clemens Rojonis

      Excluir
    2. Agradecido pela permissão. O nosso espaço chama-se Críticos Intelectuais Reunidos (veritasunitatis.blogspot.com/‎) e tentamos fazer o que o senhor faz. Na verdade, nos arrastamos, pois contamos com colaboradores diversos. Estivemos parados por um tempo, em virtude dos afazeres de alguns Agentes, mas estamos retornando. Mais uma vez, ficamos gratos por tê-lo agora em nosso espaço. Fique certo de que suas ideias serão difundidas por nós. Tudo como manda o figurino. Sim, seu Patrono (se permite o termo) é Santo Amúlio de Sogdiana, o nosso é (humanamente) Antoine de Saint-Exupéry e espiritualmente, S. Francisco de Assis. Grato. Maximus Decimus Meridius - Fundador da ACIR

      Excluir
  3. Frei Clemente Rojão, na verdade seu trabalho acaba sendo uma aula, uma aula de como lidar com as coisas, e além de uma aula, um ensinamento que se leva para a vida, não só a nossa, mas de tantos outros, é dureza, mas torna-se mais fácil o trabalho para desfazer esta nhaca que está por ai.
    O senhor autoriza para que eu possa imprimir, a fim de estudar bem e poder passar para outras pessoas?
    Obrigado.
    Alex Hoffmann.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.