Inacreditável é a resposta certeira e brilhante de Rodrigo Constantino a um membro da intelligentzia esquerdista

/
2 Comentários

"Inacreditável é, depois de dois mil anos de civilização cristã, existir gente que ama seus filhos e seus cachorros e se emociona com a novela e mesmo assim defende o vigilantismo brutal, como se fazer justiça fosse enfrentar a barbárie com a barbárie, e salvar uma sociedade fosse embrutecê-la até a autodestruição." - L Fernando Veríssimo

R:
Não, o inacreditável, aqui, é a esquerda manter um discurso por tanto tempo de que bandido é "vítima da sociedade", que jovens assassinos devem ser tratados como "coitadinhos". No mais, como a hipocrisia é a homenagem que o vício presta à virtude (La Rochefoucauld), é cômico ver Verissimo usando a civilização cristã para falar que os sentimentos nobres e humanitários deveriam prevalecer, uma vez que a agenda socialista é totalmente anticristã e rejeita até mesmo o conceito de "civilização" superior. - Rodrigo Constantino 

Toma!


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. SENADORA ANA RITA DO PT-ES RECENTEMENTE DISSE QUE OS ESQUERDISTAS DÃO PREFERENCIA A BANDIDOS, CRIMINOSOS E MARGINAIS E "ISPLICA":
    Eu vou escrever isso de forma tão simples quanto possivel: os esquerdistas, em essência, optam pelo marginal em detrimento de suas vítimas. Isso ocorre por que eles precisam que suas mentes acomodem duas crenças:
    1 – o ser humano é essencialmente bom e remodelável à vontade.
    2 – o Estado é responsável por permitir que todos exerçam essa “bondade”…
    Isso é coisa que as crianças acreditariam, evidente, mas por trás haveria a tendência é deixar tudo para o sr. deus-Estado resolver, como querem as esquerdas, tipo Cuba, todos na canga e eles sentados de arreios na mão os vergastando.
    Em outras palavras, o discurso em defesa de marginais dos esquerdistas não passa de um grande negócio em prol de burocratas do partido, todos eles em carros blindados, em condomínios super seguros, enquanto o povo fica à sanha dos bandidagem apadrinhada pelo sistema comunista.
    Se sou povo, sou marginal pelo governo comunista, e sendo um um otario, um idiota-útil ainda apoio e voto no PT para meu traseiro e de familiares ficarem á disposição dos bem amados e protegidos marginais pelo governo, para fazerem o que quiserem, sem a quem reclamar!
    Nesse caso, seus eleitores teriam vocação para masoquistas?

    ResponderExcluir
  2. Olá! Eu li, em algum post deste mesmo blog, que a expansão das seitas protestantes no Brasil já foi contida e começa a ser revertida. É isso mesmo? Há dados disponíveis? Um abraço!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.