"Nova evangelização"

/
2 Comentários
O problema da "nova evangelização" é que ela serve de refúgio para os canalhas que querem a acabar com a "antiga" evangelização, eles que não querem é evangelização nenhuma e tapeiam estes padres e bispos mal formados a derrubarem a casa existente.

O editorial do Estadao parece estar mais lúcido que muito escrivinhador de folheto de missa dominical.




Você também pode gostar

2 comentários:

  1. PARA OS EXPERTS EM COMUNICAÇÃO, MANIPULADORES DE MASSAS DOS LABORATORIOS DE REENGENHARIA SOCIAL DOS GLOBALISTAS O TRECHO SERIA INSINUANTE...
    Como o sr disse no comecinho expressa a real preocupação: o problema da "Nova evangelização" é que ela serve de refúgio para os canalhas que querem a acabar com a "antiga" evangelização, eles que não querem é evangelização nenhuma e tapeiam estes padres e bispos mal formados a derrubarem a casa existente. Nada +, nada -.
    Uma das ações dos globalistas que também sempre notei é de fazer como a Igreja de quando em tempo "Se penitencie" de seus "Erros" anteriores, publicamente, depois se aproveitam desses mesmos pedidos de "Perdão" - nunca de seis infinitos benefícios - para mostrarem que doravante nascerá uma "Nova Igreja", mais calcada na justiça e dentro da "Opção preferencial pelo pobres", e aqui no Brasil do jeito que o PT e sua partner KaGeBista "Teologia da Libertação" fazem nos cortiços e favelas.
    Não é um fato que, com tantas abnegadas ações em favor dos desvalidos, ambos acabaram com todos os bolsões de miséria e os pobres de Brazundunga?

    ResponderExcluir
  2. Frei.
    A Igreja, não é, ou deveria ser um Farol. E sendo o Farol que orienta o caminho para a Fé, qual seria o diálogo que o editorial do Estadão pressupõe sobre a declaração do Papa? Levanto a questão em referência ao pedido de Cristo: para "apacentar" as Suas ovelha. ele não falou em dialogar.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.