Eu tenho uma nova pergunta para o chat da Liga dos Blogueiros Católicos - Vamos ver se eles me lêem mesmo!

/
5 Comentários
Na arena politico-cultural, com o calção vermelho, os conservadores. Já com o calção azul, a esquerda.

No passado mandei uma pergunta para o hang-out da Liga dos Blogueiros Católicos, que foi respondida com extrema gentileza e ciência. Gostei do estilo despojado. Há algum tempo untuosidade em apologetas anda me deixando doente. 

Tomo a liberdade de mandar mais uma pergunta, inclusive a luz da minha Opus Magna em andamento, o Política Eclesiástica para Conservadores. 

Lá vai em roxo quaresma: 

O ano de 2013 foi marcado pela quebra da espiral do silêncio do pensamento político conservador no Brasil, com o lançamento (e sucesso) dos livros de Lobão (Manifesto), Olavo de Carvalho (O Mínimo), Rodrigo Constantino (Esquerda Caviar) e Villa (Década Perdida). Ainda que seja muito pouco comparado à hegemonia cultural e política esquerdista, toda jornada começa com o primeiro passo. Sabemos que a criação da hegemonia cultural precede a hegemonia política, e que setores da Igreja foram historicamente fundamentais na construção desta hegemonia esquerdista, por mais contrafação que possa parecer.

A primeira pergunta é: Como, na prática, o pensamento católico conservador pode ajudar este esforço de quebra da hegemonia esquerdista no país?

Segunda pergunta: Quanto tempo levaremos, e como faremos, para que esta hegemonia seja quebrada no clero, especialmente no episcopado brasileiro? 

Terceira - e a mais capciosa - pergunta: Como o atual pontificado pode ajudar ou atrapalhar o desenvolvimento deste pensamento no pais?

Enfim, é isto.  






Você também pode gostar

5 comentários:

  1. Olá, Frei Clemente! Eu não respondo pelo pessoal de O Catequista, ok? Mas sou um leitor entusiasmado dos seus artigos. Se o senhor não se incomodar, gostaria de sugerir respostas. À primeira pergunta: a Doutrina Católica, pela Verdade que apresenta e pela força da simplicidade e clareza com que A apresenta, é a solução para todos os equívocos filosóficos e ideológicos contemporâneos, em si mesma. A evangelização correta da maioria do povo brasileiro pelo Catolicismo já bastaria para torná-lo menos inerme diante das loucuras dos ideólogos que se propõem como seus líderes, nominais ou não. E se, além disso, levarmos em consideração o principal - a Graça oferecida pelos sacramentos - teremos uma nação com significativa parcela no caminho da santidade (considerando diferenças de vocação e atendimento a esse chamado universal). À segunda pergunta: levaremos o mesmo tempo que levamos para chegar ao descalabro de hoje, salvo intervenção direta de Nosso Senhor, por um milagre. Há quem localize o começo do problema na infiltração liberal e arrisque datas (década de 30 do século XX, segundo Randy Engels; final do século XIX, segundo Michael S. Rose). Eu não arrisco datas, mas não acredito em mudança sensível em prazo menor do que 50 anos. À terceira pergunta: o atual pontificado ajudará se continuar sendo fiel ao ensinamento de sempre e enfatizar essa continuidade. Não poderá atrapalhar porque Nosso Senhor garantiu que estaria conosco até o Fim dos Tempos e que as portas do inferno não prevaleceriam sobre Sua Igreja. Tenho comentado bastante em O Catequista porque eu acredito que a proposta de catequese sólida, com um formato descontraído, alcança muito mais gente. Confio no trabalho deles e acredito que a catequese que eles oferecem, séria e sem farisaísmos, renderá grandes frutos. Oro para que o maior número possível de católicos se una a esse projeto. Como eu sempre digo: temos uma guerra cultural para vencer e não o faremos nem sozinhos, nem com um exército só de anjos! Sua bênção, Frei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Harun,
      investir numa melhor catequese é essencial, mas me parece que não representa uma solução para reverter ou amenizar o quadro atual, de imediato. Infelizmente a catequese depende da autoridade de pais (que a aplique eles próprios, ou encaminhe seus filhos para a igreja) para ser ministrada. Entretanto, esses responsáveis pela conservação da formação intelectual e moral das gerações nascentes já estão, nos dias de hoje, afastados de coração do tesouro que é a educação cristã. O desafio do momento, a meu ver, é justamente reconquistar o interesse e o apreço dos adultos (muitos deles filhos dos liberalóides "revolucionados" do século passado).

      Excluir
    2. Sem dúvida, meu irmão! Eu me expressei mal. Quando falo da importância da evangelização na primeira resposta, refiro-me à evangelização dos católicos! À catequese correta daqueles que ainda frequentam a igreja e se declaram católicos. Esses hesitam face às mais absurdas acusações à Igreja, quando não corroboram com elas, como idiotas úteis. Creio que é do meio desses católicos "retificados" que virá, se vier, a necessária geração de católicos intelectualmente vivos e combativos. Não acredito em solução a curto prazo. Obrigado pela sua resposta, que me deu a oportunidade de, espero, ser mais claro. Tomara que o irmão leia essa minha resposta! Um grande abraço!

      Excluir
  2. QUE ÓTIMAS PERGUNTINHAS, HEM...
    No primeiro caso, à medida que aderirem pessoas às ideias conservadoras, não às conservadoristas, e possuidoras de projeção, podendo eu imaginar o quanto um como o Lobão e outros à sua altura tenha acordado tanto quantos estivessem narcotizados pelas ideologias socialistas e, nós cá em baixo, nos dispusermos a disseminar essas mesmas ideias.
    Outra: se apenas uns 20% do clero nacional se empenhasse à la Rojão, à Pe Paulo Ricardo e similares os comunistas nem teriam entrado no Brasil até hoje, ou sairiam rapidamente, parecendo-me, se não estou sendo injusto ou desconhecedor, pelo menos na net, não atingiria nem um macérrimo 0,001%.
    No segundo caso, teria de haver uma reviravolta nos seminários, dispensarem-se os socialistas sacerdotes (de)formadores de sacerdotes, mentores dos relativistas padres ao estilo do pastor Fabio de Melo e outros parecidos, daí saem os futuros bispos, além de algumas gerações perdidas, quem sabe.
    Nesse terceiro caso, para não atrapalhar mais ainda o que há muitas décadas vem deteriorando-se, o papa Francisco deveria se precaver às suas falas de improviso não deixar brechas para se aproveitarem, disso formularem-se dúbias interpretações, dando margem aos lobbies que vivem á cata de uma chance para induzirem os católicos ao erro, lançarem uns contra os outros e se insurgirem contra a hierarquia da Igreja, especialmente desobedecer ao papa, lembrando que as infiltrações maçônico-comunistas, ateias e protestantes persistem gerando o caos em seu interior - a fumaça de Satanás - não se esquecer da listagem de dezenas de cardeais acusados de maçons que fizeram muito mal á Igreja, como Bugnini-BUAN e o que seria implantador do pentecostalismo protestante na Igreja, vulgo RCC, o cardeal Leo Suenens-LESU.
    Temos que nos manter no trabalho evangelizador, mas aonde chegamos, necessitaria de uma especial intervenção de Deus e da SS Virgem Maria para reverter o caos em que o mundo se encontra, inexistindo uma fórmula miraculosa que solucionasse, haja visto que o mundo hoje seria uma sociedade pós cristã, ateísta, relativista.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Frei Clemente Rojão, Viva Cristo Rei!

    O sr. ainda tem dúvidas de que a Liga dos Blogueiros Católicos o lê. Espero que depois dessa não reste mais dúvidas! ;-)

    Suas perguntas são deveras pertinentes! Só que nós da Liga tememos que, por tratar de assuntos que estão bem acima do nível de interesse geral dos brasileiros – católicos inclusos, infelizmente – responder de modo completo no programa, como as perguntas merecem, poderia tornar o episódio do programa muito prolixo e arrastado, o que foge um pouco da proposta do hangout.

    Então nos "reunimos" e fizemos o texto abaixo em resposta às suas perguntas:

    http://captare777.wordpress.com/2014/01/30/resposta-as-perguntas-frei-clemente-rojao/

    É claro, como a pergunta é para o hangout, nós vamos falar das suas perguntas no próximo programa e falar resumidamente da resposta que demos, pra que todos os espectadores tenham acesso ao que foi dito pelo sr. e por nós.

    Caso reste mais alguma dúvida ou consideração é só u sr. postar aqui no seu blog que nós leremos e daremos um jeito de nos manifestarmos.

    Pax et Bonum

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.