A vulgaridade nunca evangeliza

/
1 Comentários
A vulgaridade nunca evangeliza,
as concessões ao mundano não servem para atrair a Cristo,
As táticas e técnicas do mundo não são os caminhos do Senhor,
para Quem os fins nunca justificam os meios,
A linguagem rasa, os raciocínios torpes, as frivolidades
nunca podem ser instrumentos para atrair para Cristo... 

Dom Henrique Soares da Costa, bispo excelente, cuja única crítica é não haver mais deles, escreveu em sua página do facebook. 
É tão poderosa a mensagem que usarei como mote de vida.
Hoje em dia "para evangelizar" se permite tudo, até mesmo pecar.
Não, não é assim


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. ISSO TERIA SIDO OBRA DA MAÇONARIA PARA ALIENAR O OCIDENTE.
    Evidentemente, por meio de seus subsidiários, como os comunistas, alienando as pessoas, incentivando um excesso de divertimentos, de eventos esportivos, de programas turísticos, de sonhos de consumo, de lazer e diversão, de tecnologia disso e daquilo, confundindo as pessoas entre a fantasia e a realidade de tudo isso que, ao final, não leva ninguém a lugar algum, a não ser ao niilismo com suas depressões existenciais anexas...
    Também, atrair pessoas sacrificando a doutrina da Igreja apenas para adesão - compensar a perda de católicos(?) - como nos descaminhos da fé do Pe Fabio de Melo e nos "auês" RCCistas do Pe Marcelo Rossi & Cia, poderia facilitá-lo na estatística numérica, mas o relativismo se manifestaria de imediato na eclosão de cismas ou até heresias, isso sim.
    Ostensivamente, o eminente D Henrique Soares é um dos poucos atuais bispos confrontando as potencias do mal.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.