Enquanto isso em Anhangá-Açú

/
3 Comentários
Quando o Padre Antônio Vieira - o de Anhangá-Açú, não o jesuíta, foi ordenado, ficou muito nervoso para sua primeira missa. Sendo assim, perguntou a nosso bispo, Dom Tersites, como poderia fazer para relaxar. O bispo lhe sugeriu que, na próxima vez, colocasse três gotas de vodka na água e assim ficaria mais tranqüilo. No domingo seguinte o padre seguiu a sugestão do bispo.

Sentiu-se tão bem, que poderia falar alto até no meio de uma tempestade, tão feliz e descontraído que se encontrava.

Após a missa, ao regressar à casa paroquial, encontrou esta nota, assinada por Dom Tersites:

Estimado padre Vieira, seguem algumas observações a respeito:
1) Antes da próxima pregação, coloque três gotas de vodka na água e não três gotas de água na vodka.

2) Não coloque limão e açúcar na borda do cálice.

3) O manto da imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo não deve ser usado como guardanapo.

4) Existem 10 Mandamentos e não 12.

5) Existiram 12 Apóstolos e não 10.

6) Judas traiu Jesus, não o "sacaneou".

7) Jesus foi crucificado, não enforcado;

8) Tiradentes não tem nada a ver com a história.

9) A hóstia não é chicletes; portanto evite tentar fazer bolas.

10) Aquela "casinha" é o confessionário; não o banheiro.

11) Evite apoiar-se na imagem de Nossa Senhora, muito menos abraçá-la.

12) A iniciativa de chamar o público para cantar foi louvável, mas fazer trenzinho e correr pela igreja foi demais.

13) Água benta é para se benzer e não para refrescar a nuca.

14) Nunca reze a missa sentado na escada do altar.

15) As hóstias devem ser distribuídas para os fiéis, jamais servidas como aperitivo para acompanhar o vinho.

16) Procure usar cueca embaixo da batina.

17) Evite abanar-se com a batina quando estiver com calor.

18) Jesus nasceu em Belém, mas isto não significa que ele seja paraense.

19) Numa missa não se deve fazer perguntas ao público.

20) Quem peca é um pecador, não um filho da puta.

21) Quem peca vai para o inferno, e não "pra puta que o pariu".

Pelos 45 minutos de missa que acompanhei, notei essas falhas que, espero, devem ser corrigidas já no sermão do próximo domingo.

Ah....Padre, E "aquele sujeito lá na catedral", a quem você se referiu como "travecão de vestido" Era EU!!

Atenciosamente,
Dom Tersites Wilson Câmara Marques de Montfort


Você também pode gostar

3 comentários:

  1. SERIA 1 EZEMPLAR CONCELHEIRO ECLEZIASTICO!
    MUY AMIGO!
    Acaso sr bispo D Tersites for afinado com os da ala esquerdista da CNBB, estiver ao lado doutros da linhagem de D Thomaz Balduíno, D Casaldáliga, D Arns e por cima venerar Ção Hélder e outros çantos cumpanheros, fatos mais desse naipe ou outros ainda mais contundentes serão "Normais, rotineiros", dispensando-se comentários.
    Caso afirmativo, seria questão só de se apresentar como membro de um dos PCs de Banania.
    No mais, pau na orelha desse tal Pe Antônio Vieira de Anhangá-Açu defendendo a tradicional doutrina da !greja!

    ResponderExcluir
  2. Caro Frei, depois de ver missa do coco e outras barbaridades aqui na terra de Marlboro, não posso deixar de perguntar se isso foi caso verídico ou uma sátira?
    Saudações.

    ResponderExcluir
  3. Ué, mas se D. Tersites reclamou do trenzinho, das perguntas ao público, das hóstias-aperitivos e ainda estava de "vestido", então Anhangá-açu tá até bem demais.Em muitas outras dioceses deste Brasil, isso tudo renderia elogios ao padre...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.