Crepe de banana com chocolate e chantilly

/
1 Comentários
 (Resumo de publicações no Facebook):

Ah, infalibilidade papal! Ah, infabilidade papal!  Pena que não pode ser proclamada no final dos tempos. Ai poderíamos pesar todas as questões honorianas que surgissem. Honorianas, franciscanas, assim vai...

***

Tenho uma ideia meio radical, que todos os papas façam um jejum de 500 anos sem escrever documentos alguns de agora em diante, apenas se limitem a comentar textos existentes. Assim evitamos a dor de cabeça de ter de darmos piruetas teológicas buscando concordância. 

***

O papa é pai mesmo: Podemos até reclamar, lamentar, queixarmo-nos dele... Mas se outro fora da família fala mal dele, puxamos a faca. 

Por pior que seja o pai, pai é pai. Amamos nosso pai até bêbado e vomitado pelado no chão como Noé... 

***

Infames detratores do papa! Ó raça de fariseus! Nunca republique um meme contra o papa sem ter lido toda Exortação antes. Pode ser que sua opinião mude. 

***

Imagine um médico que faça um discurso sobre os perigos da desnutrição por anorexia (grosso modo, horror a alimentação, provocada por obsessão de magreza). Porém imagine que o ouvinte fosse um obeso mórbido, pesando uns bons 200kg. O discurso do médico seria absolutamente correto porém irrelevante, inútil e até inconveniente (como diz o Apóstolo: tudo é permitido, mas nem tudo convém)

Assim me parecem as críticas do papa Francisco ao liberalismo econômico. São absolutamente corretas, corretíssimas, mas francamente o mundo sofre do mal oposto, excesso de Estatismo e falta de liberalismo. É como discursar dos perigos da magreza para um obeso. Pode ser correto, mas é do oposto que se deve exortar.

Contudo digo sem medo de errar que compro briga com 9,5 em 10 padres e 9,9 em 10 bispos se disser que o mundo sofre falta de liberalismo. Há uns bons mil anos, muito antes do capitalismo surgir, que a miopia do clero em matéria de economia nos prejudica.
 

***

PS - E o título? Ah, é que deu vontade de falar de coisas doces para não ficar amargo...


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. O ANTI LIBERALISMO, A ESTATOLATRIA E AVERSÃO AO PAPA ATUAIS TAMBÉM PROVÊM DO LUTERANISMO!
    Lutero ensinou muitas coisas: o nacionalismo alemão destruidor da unidade espiritual europeia fragilizou bastante a influencia papal no quesito Estado-Igreja, no fúnebre cortejo levou o anti-semitismo rasteiro que deu margem ao nazismo, num relativismo teológico que levou países inteiros a guerras e tornou o cristianismo uma religião cada vez mais incoerente, dando margem ao oficialismo religioso estatal, que destruiu a marcante e benéfica influência da Igreja pela supremacia do Estado, hoje em dia chamado de ESTADO LAICO, apesar de ser um reconhecido ATEU MILITANTE.
    Daí, teceram loas ao subjetivismo religioso, histérico, cada vez mais anti-intelectual das seitas evangélicas, cada uma mais esquizofrênica que a outra.
    O acima tem contribuído para as recorrentes investidas contra o papa, tentando compartilhamento da direção da Igreja, desafiando Mt 16,18, como a atual na Alemanha, diocese de Freiburg, querendo a comunhão para os amasiados; pleiteiam é ter sua igrejinha pessoal, centralizar neles o poder, as decisões, transformar os sacerdotes em pastores e funcionários do Estado.
    O papa? Que continue na sua normal sucessão, como sempre, doravante nos consultando....
    Bem de longe!.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.