Minha pergunta ao Hang-Out dos blogueiros católicos

/
5 Comentários
Desde o dia em que Francisco pôs os pés na sacada da basílica de São Pedro recém-eleito, os lefebristas declararm o diálogo rompido e centram fogo nele implacavelmente, promovendo uma campanha de desinformação que amplifica suspeitas sobre o papa e causa desesperança entre os fiéis. A luz dos problemas que Bento XVI sofreu ao tentar em vão a reaproximação da FSSPX com a Santa Sé, notadamente o caso Williamson, bem como a resistência do episcopado ao retorno do Rito Romano Extraordinário, excessivamente associado a eles, comentem os próximos passos no futuro da FSSSPX e seu lugar reservado na História. Seria Econe uma nova Avignon?

***

Como esmola de atenção a um velho, responderam. Confira aqui a partir dos 1:26. Fiz uma pergunta bem capciosa, afinal as perguntas são como o pauzinho que cutuca o buraco para o caranguejo sair. Obrigado pelo tempo gasto. Mas se me perdoam a insistência, minha experiência diz sim que bispos associam o Rito Extraordinário aos lefebristas. É errado? Sim, de fato. Mas o fazem.
 
Agradeço aos elogios, e minha vaidade agradece terem gentilmente me poupado nas críticas. O blog de fato começou melhor humorado. Mas os tempos mudaram, confesso que fiquei sem clima. Hoje em dia é luta renhida. Vivemos os últimos anos da liberdade neste pais, quiçá no Ocidente.

"Ah, Frei, porque vc não foi?". Bem, começa com hang-out, depois vira um novo Padre Marcelo Rossi, ai já viu. Melhor se preservar. 


Você também pode gostar

5 comentários:

  1. Nao sei padre, mas o tempo dira...sim ou nao.

    ResponderExcluir
  2. Com o Pe Marcelo Rossi fica bão d+, tenho certeza; se ajuntar-se ao Pe Favo de Mel então miora muito + ainda, com + "amor e respeito"!
    Os lefebvristas descem a marreta direto no papa Francisco sem dó e piedade; em recente conferencia nos EUA, Dom Fellay fez-lhe pesadas críticas; não há dúvidas que essas imprecações contra ele só piora o estado de ânimo dos católicos, particularmente os mais tradicionais e (ou) possuidores de uma fé ainda não mais consistente, não se esquecendo que a mídia globalista, como sempre, mantém constante assedio às imprecações contra a pessoa do S Pontífice.

    ResponderExcluir
  3. Frei, o senhor é um padre e jamais falará mal do Papa de modo gratuito. Eles também são padres, idem. Não convém alimentar críticas às pessoas só porque elas são mais dispostas a brigar pela Igreja e fazer menos coisas baseadas no respeito humano. Odeio criticar padres (mesmo os piores; daria facilmente a minha vida por muitos padres), mas não se pode dizer que os da SSPX sejam ruins, ou mornos, ou relaxados, ou mesmo exagerados e bitolados. Eles têm um claro compromisso COM JESUS CRISTO E A ÚNICA IGREJA FUNDADA POR NOSSO SENHOR, fora da qual não há salvação.
    Eles têm tido grande cautela em criticar Francisco. O discurso recente de Fellay nos EUA é arrasador, mas bastante cuidadoso. Impossível discordar. Eu rezava com gosto por Bento XVI, mas pelo Francisco eu rezo quase desesperadamente. Não vejo SSPX como um problema! Vejo-os como um motivo que nos faz envergonhados por nossa fé fraca e prática insuficiente.
    O problema está no Vaticano, que vai esperar o castigo de Fátima para voltar a ser católico.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro Frei Clemente, a honra foi nossa ao receber sua pergunta. Quem sabe no próximo o senhor nos dá a benção? Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  5. Frei Clemente, a honra foi nossa ao receber a sua pergunta. Quem sabe na próxima o senhor não nos dá benção ao vivo? Fique com Deus.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.