2014: Mais uma quaresma perdida

/
5 Comentários
CNBB se reunindo para tratar da CF!
- Mas, Dom Tersites, que tema imbecil e bucéfalo este da Campanha da Fraternidade 2014????!!!

- Clemente, você reclama de tudo, frade chato!

- Esta é a prova viva que o episcopado brasileiro não sabe decidir nada!

- Fui que que escolhi o tema, Rojão!

- Você, Dom Tersites?????

- Sim, fui eu! Eu vi na novela das oito, gostei muito, sobre aquela atriz tão bonita sequestrada na Capadócia. Eu sugeri e todos os bispos adoraram.

- É um tema imbecil e de uma irrelevância suprema!

- Não, é muito importante. Você sabe que em 2013 seis trilhões de pessoas foram traficadas como escravos?

- Números sem sentido nenhum esgrimidos sem a menor constatação. Peidos arrojados de falsos especialistas!

- É importante

- É tema de novela de Glória Pérez!!!!

- E não é a novela que faz o debate nacional?

- Não, é o Facebook agora. Meu Deus, pior que um bispo tolo é um bispo tolo e desatualizado. O que disse D. Raymundo?

- Gostou

- E D. Brás?

- Culpou o Tarcísio Bertone por tudo de mal no mundo e gostou também

- E Balduíno?

- Grande Balduíno, foi um entusiasta

- Meu Deus, outra quaresma perdida...

- Você precisa de mais amor e paz em seu coração, Clemente.

TdL em ação
- Escuta aqui, Dom Tersites. Sabe para que vai servir esta campanha da Fraternidade? Para fazer racialismo. Ninguém vai falar das escravas brancas nos palácios dos ricaços do Marrocos para não ofender os muçulmanos. Ninguém vai falar dos escravos nos Gulags chineses sendo usados como mão de obra ou fornecedores de órgãos. Ninguém vai falar dos bolivianos escravos em São Paulo fugidos de uma governo comuna e perseguidor. Ninguém vai falar dos médicos escravos cubanos vendidos como carne humana em condições análogas à escravidão. O óbvio é que vão falar da escravidão africana! É óbvio que vão CULPAR A IGREJA POR ELA! É óbvio que grupos racialistas esquerdopatas vão continuar sua política cartorial de exigir cotas para cor de pele até para cagar na moita. E é óbvio que veremos um show de masoquismo auto-acusatório dos padres e bispos contra a própria Igreja por suposto envolvimento na escravidão, porque são burros demais para saberem que não foi assim! Capaz até de decidir banir os sermões do Padre Vieria na Irmandade dos Pretos! Sem contar que o antijesuitismo vai voltar e acusar os jesuítas de escravizarem os guaranis para si. Vai ser a festa do caqui. Pode escrever. 

- Será?

- É óbvio, Reverendíssimo!

- Hum... Acho que você é muito dramático, Clemente Rojão.



Você também pode gostar

5 comentários:

  1. Mais uma Quaresma perdida... Mais uma chance de catequizar e evangelizar na Quaresma perdida... Rir (da idiotice) ou chorar (pelo desperdício de tempo e de Graça, pela infidelidade daqueles que deveriam ser os mais fiéis)? Você decide.

    Em tempo: a frase-padrão aos padres que tentam desesperadamente balbuciar algum gemido em defesa da ortodoxia da fé cristã-católica de sempre é exatamente esta: "Você precisa de mais caridade, irmão"...

    LIBERA NOS DOMINE!

    ResponderExcluir
  2. Muitos seguirão as suas dissoluções, por causa dos quais será blasfemado o caminho da verdade. 2 Pd 2,2.
    Hummm...Acho que dramática tem estado é a Igreja sob o cajado de certos prelados...
    Socialistas!
    Tudo leva a crer que houve um diálogo - melhor: troca de farpas - entre o sr. frei Rojão que não engole sapo nem leva gato por lebre de forma alguma e D Tersites, que seria da equipe da CNBB-D Damasceno, D Aviz, D Balduíno- Casaldáliga TL-PT & Cia.
    Sei que há uma forte conspiração satânica contra a Igreja, também oriunda de seu interior, um ódio mais por seus acertos do que por seus erros; procura-se magnificar o erro e a humana fragilidade: tenta-se arrastar o próprio papa para o centro do furacão; aproveita-se a fraqueza da Igreja para tentar pô-la de joelhos - diante do laicismo, não de Deus - como seus coadjuvantes atores principais os filhos desertores ou estranhos no ninho.
    Causa revolta os ataques vis que sofre os patrimônios moral, ético e religioso da Igreja católica um dos esteios da civilização ocidental e as reação da hierarquia às acusações disso e daquilo tão acanhadas, quando não pífias, dando chances até ao marxismo e ao mal que nela corroem seus valores — aí, sim, desmerecendo muitas vezes dogmas e princípios; o mal entrou na Igreja, e muitos inconsistentes (fiéis) saindo.
    Bem verdade que alguns desses "fieis" melhor que se mandem; arranjem-se em alguma das ideologias que rolam por aí...
    Já bastaria o ódio dos que conhecemos como partidários da “Ideologia da libertação” travestidos de religiosos que, de teologia nada possui, apenas fachada, bastante assanhados graças à força de certos altos hierárquicos socialistas da Igreja.
    O PT no poder até a esse momento comprova-o!

    ResponderExcluir
  3. Dixit Pater Asinus filiis sui: Atendite, fili mei et sequatur consilia mea et votate PT!
    Não poderia ser o Boff dando lições nos seus filhos teelistas sobre o "Xamã" que existiria dentro de cada um, segundo sua religião?
    D Balduíno mostrando a seus pupilos comunistas como se invadem terras?
    D Pedro Casaldáliga mostrando a seus mascotes sua nova roupagem à la Chávez?
    Ou seria algum "Red" da CNBB fazendo visita pastoral nas CEB, CIMI, CPT ou atuando no MST?
    Não sei onde o sr. arranja tantas figurinhas bem adaptadas ao visual dos posts!

    ResponderExcluir
  4. Caro frei,

    "O buraco é mais embaixo". CNBB fez essa escolha não por burrice, mas por política. A Conferência continua controlada por gente da TL (e essa escolha é mais uma prova disso).
    Veja esta notícia: "CPT repudia "manobra ruralista" que descaracteriza trabalho escravo".
    http://www.brasildefato.com.br/node/26500

    ResponderExcluir
  5. É tão triste observar que o tempo mais importante da Igreja no brasil é perdido para refletir problemas sociais, se primeiro eu não reflito sobre a minha conversão, a misericórdia e o amor de Deus por cada um de nós e a caridade com o próximo (que está ao meu lado) o que adianta ficar discutindo problemas sociais, nada será resolvido se a transformação não acontecer em nós e a quaresma é o tempo propicio para isso, graças a Deus em minha diocese quase nem se fala de campanha da fraternidade mas e outras? como fica o povo e o pior quem ainda segue a Via Sacra por eles proposta, eu prefiro nem ir e fazer só uma tradicional do que ouvir os absurdos dos livrinhos da cnbb, até quando isso? já passou da hora do brasil parar com isso, vamos viver a Quaresma como nossa amada Igreja nos ensina a tantos séculos

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.