Os novos "Cônegos" do Bispo de Roma

/
1 Comentários
Radio Vaticana - (...) Pe. Lombardi deteve-se sobre o novo método de governo querido pelo Papa Francisco: "Um modo com o qual talvez se possa definir esse Conselho é 'um ulterior instrumento que enriquece o governo da Igreja com uma nova modalidade de consulta': portanto, um enriquecimento dos instrumentos já disponíveis ao Santo Padre para o governo da Igreja mediante a consulta, a ajuda que se pode ter consultando." (...)

"As palavras-chave para pensar nesse método de governo que o Papa está configurando creio que sejam o carácter sinodal, a ideia do caminhar juntos: uma Igreja que caminha junto em seus diversos componentes e o Papa se coloca em caminho com essa Igreja; e depois também o discernimento, que é a busca da vontade de Deus mediante uma consulta frequente e paciente."  (...) 

Respondendo às perguntas dos jornalistas, o sacerdote jesuíta quis especificar que com esse Conselho o Papa Francisco não introduz um governo colegial: "O Papa não está de modo algum condicionado. Para dizer que é um governo colegial precisaria dizer que o Papa 'deve' consultá-lo, 'deve' reuni-lo sobre determinados temas, 'deve'... Não se trata disso: trata-se de um Conselho ao qual pode ser pedido que dê o seu parecer."

***

Papa Francisco, homilia em 30 de setembro - Uma organização ou programação perfeitas não são sinal da presença de Deus, mas sim a paz e a alegria. Isto é o essencial da homilia do Papa Francisco esta manhã em Santa Marta. Os discípulos eram entusiastas e faziam programações sobre quem era o maior e discutiam entre si. Mas, Jesus, descentrou-lhes as ideias dirigindo-se para as crianças dizendo que os mais pequenos são... os maiores. Ao mesmo tempo, numa das leituras do dia de hoje do Profeta Zacarias, fala-se dos sinais da presença de Deus que, disse o Santo Padre, são os velhos e as crianças que são o futuro de um povo. E nem uns nem outros são descartáveis. Mas, os discípulos não compreendiam estes sinais e estavam mais preocupados com a eficácia da organização...

"Eu percebo que os discípulos queriam eficácia, queriam que a Igreja caminhasse sem problemas e esta pode ser uma tentação para a Igreja: a Igreja do funcionalismo! A Igreja bem organizada! Tudo certinho, mas sem memória e sem promessa! Esta Igreja assim não vai bem: será uma Igreja de luta pelo poder, será a Igreja dos ciúmes entre os batizados e tantas outras coisas que existem quando não há memória nem promessa."

Assim a vitalidade da Igreja não vem dos documentos e reuniões para planificar e fazer bem as coisas, estas são realidades necessárias – diz o Papa Francisco – mas não são sinal da presença de Deus...

"O sinal da presença de Deus é este, assim disse o Senhor: Velhos e velhas estarão sentados nas praças de Jerusalém, cada um com o seu cajado para sua longevidade. E as praças da cidade estarão cheias de meninos e meninas que jogarão nas praças. Jogo faz-nos pensar em alegria: é a alegria do Senhor. E estes anciãos, sentados com o seu cajado na mão, tranquilos, fazem-nos pensar na paz. Paz e alegria: este é o ar da Igreja."  

***

Nota do Frei: Ai, ai, ai... Fico feliz que o papa esteja com o profeta Zacarias. As vezes me dá um desânimo e um cinismo digno de Jonas, e fico deitado debaixo da mamoneira olhando Nínive esperando que Deus consuma a todos em sua ira...

O grande problema dos Vatileaks foram que os cardeais eleitores foram votar pedindo alguém para mudar e arrumar e consertar... não se sabe precisamente o quê. Sabiam que na Cúria havia algo feio, havia um relatório revestido de status de terceiro segredo de Fátima, e um papa renunciou pela primeira vez em seiscentos anos. Para quem não conhece a História da Igreja, eram todos elementos de uma crise. Para quem conhece, dá risada. Já estivemos bem piores. 

Quer uma sugestãozinha, Santo Padre? Comece pela liturgia... E não reforme, apenas restaure em seu esplendor, como o sumo-sacerdote Josué reconstruindo o Templo de Jerusalém... 

A propósito, fale menos. O Mundo é cruel, eles te elogiam hoje e te difamam amanhã.  Não deixe que estes falsos elogios engordem sua vaidade. O Mundo não quer te ouvir, sim quer e prejudicar. Eles sorriem para o papa apenas para deixá-lo falando sozinho com mais crueldade. Ou atacá-lo em qualquer deslize. O amor aos microfones do Mundo também é um tipo de luxúria. 

Talvez eu seja um dos discípulos que "não compreendiam estes sinais e estavam mais preocupados com a eficácia da organização..." (SIC). Tomara.

***

Nota da Nota do Frei: Escrevi este texto e deixei aguardando. Eis que Francisco solta outra entrevista com mais palavras que devem ser entendidas "cum grano salis" e ouso dizer que com todo o saleiro se não quiserem ser torcidas ao ponto da heterodoxia. 


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. APESAR DE METICULOSOS E DETALHISTAS, OS 2 ANTECESSORES DO PAPA FRANCISCO ERAM ALVOS CONSTANTES DE SUBVERSÃO DE TEXTOS DA MIDIA SECULARISTA.
    E COMO!
    Imaginemos então o Papa Francisco, mais espontâneo - talvez cresse que não lhe distorceriam seus pronunciamentos - ao inverso, mas está cercado de inimigos sorrindo-lhe o tempo todo, como sempre à espera de oportunidades para veicularem sensacionalismos e o caluniar, sem nada transparecerem de segundas intenções, comportando-se tais quais como no tempo em que Jesus pregava, como nesse texto: "E ficaram de espreita. Enviaram espiões que hipocritamente fingiam de justos para surpreendê-lo por uma palavra sua, a fim de entregá-lo ao poder e à autoridade do governador". Lucas 20:20.
    No nosso caso, dirigindo à Igreja seus pronunciamentos deturpados, semeando as discórdias internas, e aos católicos para os confundirem, dispersarem-se e, perplexos e desorientados, precipitá-los mais facilmente em suas niilistas ideologias.
    Quanto á abordagem do 3º segredo de Fátima abre-se uma janela para muitas reflexões acerca do grave momento na Igreja; pior de tudo tem sido a flagrante apostasia de altos hierárquicos - talvez sejam infiltrados na Igreja provenientes da Internacional Socialista; aliás, hoje me deparei com D Milton A Santos, Arcebispo Metropolitano de Cuiabá em palestra aos "irmãos bodes" como se conhecem os maçons entre si; teria tido inveja de D Demétrio Valentini?...
    VEJA ABAIXO AS "COERENCIAS" DO PRONUNCIAMENTO SR BISPO: trecho-copia, 17/08/2013 "Repórter News"; ipsis litteris:
    ... Observando o delta luminoso (triângulo equilátero), no Oriente, Dom Milton disse que as três virtudes teologais estão nele representadas pela tri-unidade: Pai, Filho e Espírito Santo.
    O Pai representa a Fé, o Filho a Esperança, e o Espírito Santo a Caridade/Amor. Com muita habilidade, Dom Milton falou dos pontos que são transparentes dentro da Maçonaria e idênticos aos que são praticados pela Igreja. Ele disse que a Maçonaria não é uma religião, pois admite em seu seio pessoas de todos os credos religiosos sem nenhuma distinção. Mas seus princípios, deveres, virtudes e a crença em um único princípio criador, regulador, absoluto, supremo e infinito, ao qual ela dá o nome de “Grande Arquiteto do Universo”, a torna “uma instituição religiosa”, porque é uma entidade espiritualista em contraposição ao predomínio do materialismo. Não é uma religião.
    Para o Venerável Mestre da Loja Especial Concórdia, Harmonia e Paz, irmão Júlio Tardin, Grão-Mestre do GOB-MT, a escolha de Dom Milton, Arcebispo da Igreja Católica de Cuiabá, foi bastante oportuna. “Estamos muito felizes, porque compreendemos que temos os mesmos objetivos, ou seja, a evolução e o crescimento espiritual das pessoas. Ele deu um enfoque religioso da Maçonaria, que não é uma religião, mas aceita todos os credos com a condição de que os que aqui ingressam acreditem que existe uma força criadora superior, ou seja, o dualismo espírito sobre a matéria”.
    Agora eu: quem diria, D Milton, frequentando uma das dependências da SINAGOGA DE SATANÁS -sucursal da DITADURA DO RELATIVISMO, hem? O subjetivista deus deles, o G.A.D.U. equivale ao mesmo Al-ilah ou Alah criado por Maomé, escolhido por ser o deus-líder de 360 deuses pagãos da Arábia, e entre esses ou mais, acharia simpáticas comparações ou até homogeneidade com Jesus Cristo, que maravilha, hem?

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.