A CNBB vai ao papa - "Vinde, vede, como é bom, como é suave, os irmãos viverem juntos bem unidos"

/
3 Comentários
Faça a fama e deite na cama!
Radio Vaticana – A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, foi recebida na manhã de sábado, 28, pelo Papa Francisco, no Vaticano. 

Antes da audiência, o Cardeal Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida, (Presidente); Dom José Belisário da Silva, Arcebispo de São Luís do Maranhão, (Vice-Presidente); e Dom Leonardo Ulrich Steiner, auxiliar de Brasília (Secretário-geral), concelebraram a missa da manhã presidida pelo Papa na Casa Santa Marta. 

Após o encontro com o Papa, Dom Raymundo conversou com a RV e revelou os temas abordados. Segundo o cardeal, Francisco insistiu na formação do clero, dando muito destaque à questão da Amazônia. Para ouvir o Presidente da CNBB, clique acima.

No discurso feito aos bispos do Brasil, no dia 27 de julho, Francisco disse que considera a Amazônia relevante não somente para o caminho atual e futuro da Igreja no Brasil, mas para toda a estrutura social:

"A Igreja está na Amazônia não como aqueles que têm as malas na mão para partir depois de terem explorado tudo o que puderem", disse Francisco, acrescentando que "desde o início a Igreja está presente na Amazônia com missionários, congregações religiosas e lá continua ainda presente e determinante no futuro daquela área". 

A Comissão Episcopal para a Amazônia, presidida pelo Cardeal Cláudio Hummes, atendendo à solicitação do Papa, promove de 28 a 31 de agosto, em Manaus, o I Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal. 

***

Nota do Frei: D. Damasceno e D. Hummes foram fundamentais como eleitores e cabos eleitorais da vitória de Bergoglio na eleição. Vejam que o papa Francisco é um homem que honra seus compromissos. O primeiro lugar que ele visitou foi o Brasil e no Brasil foi à Aparecida. A deferência com que os tem tratado é inegável. Não, os cardeais brasileiros não fecharam em D. Odilo Scherer no conclave. Aliás, D. Odilo fora derrotado por Damasceno para a presidência da CNBB, ainda que eu ache que foi lucro para a alma de D. Odilo. Certos cargos antes te jogam no Inferno que te levam ao Céu.

Como já registrei no facebook, nutro uma profunda falta de admiração pelos purpurados Raymundo e Hummes. Mas admito que se articularam eleição de um papa latino preocupados com a Igreja brasileira, ganharam pontos comigo. É verdade que muito do dano que a Igreja brasileira sofreu nos últimos tempos foi causado por esta geração de bispos e cardeais molengas, covardes quando não completamente vendidos à esquerdopatia. Há boas obras de evangelização em Aparecida. A liturgia não é das melhores, mas não é das piores. Quanto à São Paulo, muito do perrengue que Odilo sofreu veio de Hummes e Arns. A PUC-SP é um terrível celeiro de esquerdopatia anticatólica. E como esquecer do padre paulistano Júlio Lancellotti, o que comprou um Land Rover para um menor de 17 anos e faz campanha para Marta Suplicy e Fernando Haddad?

Enfim, se estão realmente preocupados com o dano à Igreja brasileira e tentam arrumar remédios para ela, ainda que não admitam que foram também suas atitudes que provocaram este dano, não deixa de ser bom. Antes alguém que tenta consertar seus erros (mesmo sem admitir os erros) do que alguém que deixa por isto mesmo. Se fosse comigo, eu consertaria os erros de tradução do missal brasileiro e faria uma grande renovação litúrgica para podar os excessos e invencionisses. Ah, se eu fosse o Arcebispo de Aparecida tendo minhas missas transmitidas para todo o Brasil! Que belo exemplo exigiria na liturgia! Também purgaria a CNBB dos elementos partidários entre os leigos, e a desinfectaria dos satélites do petismo, estes herodianos modernos. 

Eu espero que o papa os melhore, já que é mais próximo deles, porque conto que a substância do bispo de Roma com sua assistência do Espírito Santo vença o vazio entre as orelhas dos cardeais brasileiros (sou um homem esperançoso, não?). Olha o lado bom, eles vão se afastar na marra da Teologia da Libertação com o papa Francisco. Meu medo é a CNBB terminar de virar - e já virou em muitos de seus orgãos - um satélite do petismo, uma ongona como tem se transformado. Queria que as relações azedas do papa com a viúva bolivariana de Buenos Aires transbordassem para a CNBB e o petismo. Adoraria ver D. Raymundo enfiando o dedo no olho da Dilma. Oh, papa Francisco, semelhante façanha eclipsaria Leão Magno barrando Átila! Ah, Senhor, ouvi minha oração! Mereço ver este milagre? Poderia o Senhor fazer falar a asinina CNBB como fez falar a burra de Balaão?

Enfim, como este que aqui vos fala não é lá muito amigo destes "popemakers", prosseguirei minha feliz carreira de blogueiro e pároco na inefável Anhangá-Açú, para a tristeza de Dom Tersites. Sem cargo em Roma para Frei Clemente Rojão neste pontificado, provavelmente meu último! 


Você também pode gostar

3 comentários:

  1. MAIS UMA MEIA DUZIA DE ROJÕES, PPRICARDOS, LODIS, ANDERSONS BATISTAS & CIA O PT SE ESTRAÇALHARIA!
    Não só ele, mas os esquerdistas em geral, como da TL, teriam de "baixar noutro centro" - são satanistas - e lugares ideais e aconchegantes não lhes faltaria, eu mesmo lhos indicaria, como Bolívia, Cuba, Venezuela etc., questão de opção.
    Vejam o caso do relativista protestante Feliciano, mesmo com seus disparates exegéticos em suas pregações por aí, as derrotas que tem imposto na gaystapo e nos abortistas, e( feliz e infelizmente) tem servido de apoio da Igreja na defesa da verdade e da vida, um desmedido vexame para cúpula da Igreja, dormindo no ponto ou então conivente com agenda globalista, essa seria o mais provável...
    Aliás, a CNBB deveria há muito tempo estar questionando recorrentemente os bispos para formarem em suas dioceses deputados, senadores - a bancada católica para defender a Igreja; que existe disso, ao menos em projeto? Pior, estão eles emudecidos e nós sob o jugo comunista - quase todos os católicos sem a mínima noção do que se passa - mais sugerindo compartilhamento.
    Apesar do acima, não baixaremos a guarda; lutarmos contra o marxismo até ao fim, sem tréguas, idem os interpelar, questionar nas suas particulares redes sociais, como no Facebook, de hoje estarmos SOB AS PATAS DOS COMUNISTAS, levando-nos para o abismo.
    Tomara que essa visita ao S Padre tenha sido um alento para sairem do marasmo em que se encontram de não oposição aos marxistas, como bem sugerido acima no post!
    Anhangá-Açu: A PAROQUIA MARXFREE!

    ResponderExcluir
  2. Caro Frei,

    Minhas orações são de que tu te tornes Bispo. Me mudaria pra tua Diocese no mesmo dia.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.