Tomem! Comunistas travestidos de Padres!

/
2 Comentários
Foi mal ae...
ACI/EWTN Noticias - Em umas breves palavras na manhã de ontem durante o encontro com os sacerdotes da diocese de Roma (Itália), cidade da que é Bispo, o Papa Francisco confirmou pessoalmente que não apoia a teologia da libertação na versão que representa o sacerdote peruano Gustavo Gutiérrez, e que é respaldada pelo atual Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Gerhard Müller.

O vaticanista Sandro Magister, no seu blog em italiano Settimo Céu, explica que o Santo Padre se distanciou de Dom Müller em uma breve, mas contundente observação feita durante o momento de perguntas e respostas.

"O encontro era a portas fechadas", relata Magister e descreve como "sério e agudo", o comentário do Papa Francisco sobre a teologia da libertação, que passou despercebido à imprensa, incluindo meios do Vaticano.

"Na formulação de uma das cinco perguntas expostas ao Papa e ao falar da centralidade dos pobres na pastoral, um sacerdote fez referência, em positivo, à teologia da libertação e à posição compreensiva ante esta teologia, do Arcebispo Gerhard Müller", relata Magister.

Mas, "ao escutar o nome do Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o Papa Francisco nem esperou terminar a pergunta e disse: ‘isto quem pensa é Müller, isto é o que ele pensa’", narra o Vaticanista italiano.

A afirmação do Santo Padre ganha mais importância logo depois de ter recebido, na quinta-feira passada, em audiência o sacerdote peruano Gustavo Gutiérrez, considerado um dos pais da teologia da libertação, um encontro realizado a pedido do Arcebispo Müller.

Sobre o Padre Gutiérrez, no sábado, 14 de setembro o Arcebispo de Lima e Primado do Peru, Cardeal Juan Luis Cipriani Thorne, assinalou que ainda tem colocações que deve retificar.


Você também pode gostar

2 comentários:

  1. OS COMUNISTAS, SOCIALISTAS E NIILISTAS SÃO UMA PESTE MORTAL QUE COMO A SERPENTE SE INTRODUZ POR ENTRE AS ARTICULAÇÕES MAIS ÍNTIMAS DA SOCIEDADE HUMANA, E A COLOCAM NUM PERIGO EXTREMO - Encl. "Quod Apostolici Muneris".
    UMA FERRADA A MAIS NOS MÜLLER, HANS KÜNG, BOFF, GUIÉRREZ, HÉLDERS, ARNS & CIA!
    Os últimos 10 papas - incluindo-se o Magno Bento XVI que desmascarou a DITADURA DO RELATIVISMO - têm contundentes condenações similares ao acima ao comunismo e à sua forma mitigada, o socialismo, o qual segue na mesma direção por vias diferentes - prefere o poder da sedução - mas o objetivo é o mesmo ao final: a ditadura marxista.
    Chegamos no Brasil a esse ponto de esquerdismo geral graças às pestes vermelhas CNBBistas - cuidado ao trocar o "i" pelo "o" - agindo dentro da que poderia ser uma toda nobre instituição, aos Ds Hélders e Arns da KGB, Balduíno, Casaldáliga, José M Pires e mais vermelhos "bispos" e idem centenas de crias, como os membros da esquerdista Teologia da Libertação-PT dos Boff-Bettos & Associados que se habilitaram muito bem ao topo.
    Ficando o mesmo capuz para os apoiadores, como também para os eleitores do PT.
    Que o papa Francisco aperte ainda mais o cerco!

    ResponderExcluir
  2. "Papa Francisco confirmou pessoalmente que não apoia a teologia da libertação na versão que representa o sacerdote peruano Gustavo Gutiérrez (...)"

    Então ele não apoia "na versão" x, y ou z? Será que existe alguma versão da famigerada TL que mereça ser apoiada? Algo que foi classificado pelo Papa Bento XVI como a pior heresia da História?

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.