As virtudes da matemática

/
0 Comentários
Algo que particularmente me impressiona é como o ensino de matemática é desprezado hoje em dia. E ouso dizer que não há ciência mais recompensadora para quem desejar se dedicar como amador que ela. 

A matemática não exige experimentos complicados e caros, o máximo que pede é as vezes um computador. Além de ensinar as virtudes do rigor, da honestidade, da abnegação, do amor aos fatos. 

E a matemática tem uma virtude que a faz preciosíssima hoje em dia, é imune à jumentalização do marxismo cultural. Quando Paulo Freire atrasou a educação brasileira para níveis pré-históricos, parece que nunca se dedicou às exatas. Quero ver em matemática algum aluno vir querer ensinar ao professor. Até hoje lembro meu pasmo no ginásio ao aprender números negativos, nunca sonhara que algo destes pudesse existir. Vá algum aluno querer ensinar "sabedoria telúrica" ao professor de cálculo integral e diferencial para jogar toda doutrinação freiriana na latrina. 

Ao pegar um livro de matemática, você nunca verá doutrinação esquerdopata. Os números são aqueles, firmes e sólidos. Não há luta de classes entre 0, 1, "pi", o "i" e o "e". Os números racionais não se levantam contra os irracionais, e os inteiros abraçam calorosamente os naturais. 

Ramo antiquíssimo da matemática era a Geometria, cara a egípcios, gregos, astecas e todos mais, o estudo da geometria fez grandes homens. Quem entender os axiomas da geometria nunca mais falará bobagens sobre dogma e religião. E a Álgebra? Esta sim foi a grande e mais bela filha do século XVIII, não o lixão do iluminismo, superamos finalmente os antigos em ciências por dominarmos a álgebra. E Descartes foi quem foi não porque disse o "Penso logo existo", mas porque finalmente casou a álgebra com a geometria no plano cartesiano. 

O que direi da Lógica, então? Esta tem sido abandonada, mas não há ramo mais necessário ultimamente. Parece que a dissonância cognitiva é regra, a Lógica é cura desta doença. E a filha mais cruel da Matemática, a "Ciência do Estado", criada por um padre anglicano compilando certidões de batizado, a Estatística? Numa época em que se cospem informações mais manipulativas de pesquisas de opinião e estudos improváveis para dominar a sociedade, a Estatística está para a saúde mental como a vacina BCG está para a saúde de uma criança. 

Recompensadora para o homem é estudar a Matemática, por excelência a "Escrita de Deus". Não me pergunto se o marxismo cultural não desejou deprimir o ensino da matemática porque ela vacina contra a lavagem cerebral deles nas humanas. 

Nem digo sobre a necessidade da matemática para avançar nas ciências como Física e Química, daí para alguma tecnologia. O estado caquético da matemática no Brasil mostra o que devemos esperar de contribuição ao mundo. Zero. Zero cuja entrada no Mundo Medieval foi mais importante que a descoberta das Américas.

Estudem matemática. Por que dois mais dois são quatro, e há um só Deus, Pai Todo-Poderoso, criador do Céu e da Terra...


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.