A seguir, o toque de seis pizzas pelos infringentes

/
1 Comentários





Só lembrando que o Mal é tão Mal que não há um único bom princípio que ele não corrompa para o Mal. 

Não há nada nesta face da Terra - e mesmo nos céus dos céus - que o Mal não possa se utilizar Mal.

Processo Jurídico é bom. Mas quando ele é usado para atrapalhar a execução da Justiça, é mal, é chicana, é impunidade.

Respeitar as leis para quê??? Se quem rouba com um exército é imperador e quem rouba com um barco é pirata? (aludindo ao Sermão do Bom Ladrão de Vieira). Eu sigo de agora em diante o Decálogo apenas. A lei de César não foi feita para os Pompeus nem para os Crassos, mas sim para os pretos e pobres. É o Decálogo quem me impede de roubar e matar, não o Código Penal. 

E repito a frase de Rui Barbosa: "Ó juiz injusto, não escaparás do ferrete de Pilatos!"

Grande coisa é a consciência individual de Celso de Mello. Pilatos deve ter estado com a consciência tranquila também, e passou para a história como o juiz covarde, que se vergou à pressão das multidões. E a pressão para livrar os mensaleiros da cana-brava foi mais que das multidões, foi das Legiões. Foi dos demônios Legião, que são muitos, mas não vivem no geraseno, vivem no Palácio do Planalto, vivem no Congresso, vivem nas ONGs e agora vivem no STF também.

Vai de consciência tranquila para o tribunal cruel da História. Ascensão e queda de um jurista. E do Brasil. 

***

(Wikipedia) Pizza (também grafada piza em Portugal) é uma preparação culinária que consiste em um disco de massa fermentada de farinha de trigo, coberto com molho de tomate e os ingredientes variados que normalmente incluem algum tipo de queijo, carnes preparadas ou defumadas e ervas, normalmente orégano ou manjericão, tudo assado em forno.



Você também pode gostar

Um comentário:

  1. UM PESO, PELO MENOS 2 MEDIDAS!
    No romance autobiográfico “Código da Vida”, o ex-ministro da Justiça Saulo Ramos conta como ajudou a nomear Celso de Mello para o STF e como rompeu com o ex-pupilo; o ministro havia dado um voto contra José Sarney que o nomeara, por pressão da Folha de S. Paulo, mas apenas porque a votação já estava decidida em favor do ex-presidente; depois disso, ambos romperam e Saulo disparou: “Você é um juiz de m...

    TEMPOS ATRÁS, CELSO DE MELLO PROFERIU UM DOS VOTOS MAIS DUROS CONTRA OS MENSALEIROS.
    O ministro mais antigo do STF disse na segunda-feira (1º) que os réus eram "marginais do poder" e formaram uma quadrilha de "verdadeiros assaltantes dos cofres públicos".
    Ele dedicou boa parte do voto, que durou mais de uma hora, para condenar práticas de parlamentares corruptos, "altos dirigentes do Poder Executivo e de agremiações partidárias" que "transformaram a cultura da transgressão em prática ordinaria...

    MAS, PORÉM, TODAVIA, CONTUDO, hoje, 18/09 por si mesmo afirmou que o dito anterior não prevaleceria, não possuiria suficiente fundamentação nos autos para justificar uma sumaria condenação; precisamos dar mais tempo a José Dirceu-PT & Cia para melhor para se justificarem...
    Dilma disse ontem à entrada do novo Procurador Geral da república que tudo deve ser feito sob a justiça - na "NOVILINGUA DO PT" a significação do discurso marxista corresponde a "interesses do partido".
    Obrigado, eleitores do PT; vocês são a lona a cobrir o circo e todo o aparato e eles são os atores que vocês aplaudem, razão de toda essa bem montada farsa!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.