Queimando o Concílio

/
2 Comentários
Binômios

Conhecimento não é o que os Gnósticos diziam
Espírito Santo não é o que os Montanistas diziam
Jesus Cristo não é o que os Arianos diziam
Pobreza não é o que os Joaquinitas diziam
Graça não é o que Lutero dizia
Pureza não é o que os Jansenistas diziam
Família não é o que a Globo diz
Inclusão social não é o que Leonardo Boff diz
Tradição não é o que os Lefrebristas dizem
Glossolalia não é o que a Renovação Carismática diz
Tolerância não é o que a Gaystapo diz
Ciência não é o que Richard Dawkins diz
Amor não é o que o Fábio de Melo diz
Religião não é o que a Al-Qaeda diz

"Os Princípios do Concílio Vaticano II" não são aquilo que os velhos sem juízo Pedro Casaldáglia e Tomaz Balduíno dizem. Aliás, eles são o ANTI-Vaticano II. Eles são o Vaticano -1, o Vaticano menos um. 

Ou seja, para toda coisa boa, sempre há um erro deturpando. 

Globo - Arcebispo emérito da Paraíba e bispos eméritos de Goiás e São Félix do Araguaia (MT), Dom José Maria Pires, Dom Tomás Balduino e Dom Pedro Casaldáliga, respectivamente, enviaram uma carta a todos os bispos do país conclamando ao diálogo, e pedindo que os princípios do Concílio Vaticano II, convocado pelo Papa João XXIII e levado à frente pelo Papa Paulo VI, sejam retomados pela Igreja Católica. (...)

Sempre li os documentos do sacrossanto Concílio e em nenhum momento li em lugar algum que a Igreja católica deveria ser a baderna que está na Igreja do Brasil. Sempre, sempre, sempre, sempre na História da Igreja vem uns malvados e querem colocar suas heresias e cismas como que da boca de algo bom, santo, e justo. Como escrevi acima, Lutero queria vender sua heresia como ensinamento paulino, Jansen como ensinamento agostiniano. Casaldáglia e Balduíno como ensinamento do último Concílio. E o Diabo como que ensinamento dos salmos. O Cujo citou um salmo para fazer Jesus se jogar do alto do Templo, poderíamos culpar Davi pelo mau uso que Satã fez de seus versos? Eu juro que quando ouço estes dois falando isto, dou um belo desconto para quem acusa o Concílio porque com o anti-testemunho de dois pesos pesados da Anti-Igreja no Brasil, é realmente tentador pensar que boa coisa ali não há.

Mas há! Basta ler. O próprio Bento XVI reconheceu que em nome do "espírito do Concílio" se fez coisas que o próprio Concílio nunca disse, nem mandou, nem sonhava. Na verdade, foi um "espírito de porco" mentiroso e infernal que se travestiu de "espírito de Concílio" na boca destes maus prelados. 

Oh, tempos, oh, costumes! Como sempre repito aqui "um tolo lança uma pedra no buraco, mil sábios não conseguem retirá-la". Quanto estrago estes dois tolos não fazem e não fizeram para a Igreja e para o correto ensinamento do Concílio Vaticano II!! Se João XXIII não fosse bem-aventurado (e em breve santo) diria que estava escoceando-se no túmulo. Ficamos nós, católicos ortodoxos e leais ao papa, dando coices na terra mesma.



Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Frei a gente só lamenta, os hereges deturpadores e os cismáticos de plantão. Só podemos lamentar e dizer como Paulo VI "é a fumaça de satanás que entrou na Igreja"

    ResponderExcluir
  2. O QUE HOUVE DE ENTES DESEJANDO "QUEIMAR O CONCILIO"...
    D Jose M Pires: Eleonora Menicucci implantando feminismo na sua diocese/homilia sua: salvamo-nos pelo social...
    D Casaldáliga: Marx no coração e pé na missão!
    D Balduíno: invasão de terras sob a "justiça" marxista...
    Que peripécias não faz uma trindade çantíssima mitrada desse naipe?
    Sem se esquecer dos supostos agentes da KGB: D Hélder-D Arns!
    Seriam seus frutos: o conceito de "amor" do Pe Fabio de Melo, pitadas de "gnose" do Pe M Rossi?
    Houve sempre seguidas denuncias de o Vaticano II ser infiltrado por maçons, comunistas e protestantes (S Pio, D Pestana) que, apesar de não terem direito a voto, foi-lhes sentida a nefasta influencia na liturgia, nos bastidores junto a componentes da Igreja, algo associados ou a serviço de poderes escusos.
    A missa atribuída ao Papa Paulo VI - deu por fé das ciladas de que foi vítima tardiamente, retificou algo, mas nem tudo - sempre foi acusada por alguns grupos tradicionais por ex., de certas supressões ao Sacrificio da S Missa como memorial da Paixão de Cristo e de possuir certas preces de sentido ambíguo ou protestantes mesmo, daí podendo serem interpretadas sob a ótica católica ou protestante, idem de esvaziar o sacerdócio ministerial em favor de igualdade com os leigos, além de muitas indevidas traduções para a visão protestante do relativismo.
    E S Pio em relação ao V II? Mesmo entre nós D Maunuel Pestana?
    Indicava ser o MARXISMO CULTURAL atuando noutro front, sempre com seus ardis.
    Como exemplos, temos os supostos membros da Loja P2 Mons Bugnini e Benelli etc.; parece que a meta desses e aliados seria transformar o Vaticano II em reedição atualizada da Reforma(Rebelião) Protestante versão século XX; atenderia tanto a seus anseios, idem dos comunistas e maçons por compartilharem de muitos afinados relativismos.
    Afinal, se dependesse de vontade e poder dos protestantes já teriam destruído a Igreja católica há muito e, por serem aliados do demonismo, persistiriam nos períodos do final dos tempos.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.