JMJ: Desonestidade plenária para fariseus evangélicos e os herodianos petistas

/
3 Comentários
Escrevi este texto na época da JMJ. Referia-se à cobertura da Indulgência Plenária na JMJ. A Igreja estaria "concedendo o perdão dos pecados para quem fosse ver o papa". E em tom escandalizado. 

É curioso estes hipócritas profissionais da imprensa, estes espíritos de porco, que negam haver pecado, fiquem escandalizados porque alguém supostamente concederia no atacado perdão dos pecados. Pela bilhonésima vez desde mil quinhentos e bolinha, indulgência não é perdão dos pecados. Mas adianta falar algo? 

Não, não adianta!

Não adianta querer conversar com quem está com má fé e só quer te emporcalhar e atirar esterco. A guerra política é grande parte uma luta na lama, em que ganha quem mais emporcalha o rival. É como uma das batalhas nas guerras Napoleônicas, não ganhava quem mais se defendia, mas quem mais socava bala de canhão nas fuças do rival. E Napoleão era ótimo com a artilharia. Nada defende seu soldado de balas de canhão, mas deve-se mandar mais balas em cima do Duque de Wellington que ele em cima de Napoleão. Na batalha de Borodino os russos estavam levando a pior dos franceses, mas tinham uma artilharia tão bem colocada que antes de perderem mandaram muitos franceses para o Inferno, e enfraqueceram tanto o exército napoleônico que este teve praticamente uma vitória de Pirro ocupando Moscou, sendo a incapaz de defender e perdendo dos cossacos na retirada no inverno, com o czar Alexandre III todo pimposo na segurança de São Petesburgo.

A JMJ vai conceder indulgência plenária. Há quinhentos anos, desde as mentiras de Martinho Lutero, que ninguém se interessa em saber o que são indulgências, mas repetem que é "a venda de perdão". É mentira, obviamente. E se era a "venda', como a JMJ é de graça, é o perdão "dado". Mas para difamar, língua não tem osso. É como bala de canhão, tem de atirar no inimigo. 

Os evangélicos neste ponto são massa de manobra de Satanás e das esquerdas ao atacar a Igreja católica. O PT e asseclas, estes asquerosos, também estão colaborando para espalhar estas mentiras. São todos eles os porcos dos gerasenos, dominados pelos demônios da Legião se atirando no abismo!

Sendo assim, não adianta se defender, mas contra-atacar. Para o povo de Deus católico devemos explicar corretamente a doutrina, doutrina boa, doutrina santa, doutrina bíblica, doutrina de Cristo. Mas para quem quiser atacar a Igreja, devemos mandar balas de canhão político mesmo. Não tem defesa, só contra-ataque. Eles não querem discutir doutrina, eles não estão minimamente interessados em Cristo. Eles só querem nos atacar. Se os pastores forem ovelhas, os lobos devoram o rebanho. Davi não atacou o leão com flores ou dando a outra face. É um ato de misericórdia calar um maldito mentiroso destes, como Cristo calava aos fariseus.

E hoje em dia temos os fariseus evangélicos e os herodianos petistas. Eles se aliam contra um inimigo comum, a Igreja de Cristo!

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sê nosso refúgio contra as ciladas e incertezas do Demônio!

Nossa Senhora, Rainha dos Mártires, rogai por nós que recorremos a vós!

São João Maria Vianney, rogai pelos sacerdotes que edificam teu povo!

Santo Antônio de Santana Galvão e Beato José de Ancheita, rogai pelo Brasil que tanto evangelizastes!



Você também pode gostar

3 comentários:

  1. Pior foi um dia em que escutei o R.R. Soares dizer que indulgencia era o perdão antecipados dos pecados que iriam ser cometidos no futuro. E tem gente que escutam estas bestas, somente sendo outras bestas.

    ResponderExcluir
  2. OS EVANGÉLICOS ACUSAM-SE FEROZ E RECIPROCAMENTE DE HEREGES, PORÉM NUMA SÃO UNÍSSONOS: ATACAR A IGREJA CATÓLICA!
    Comportam-se como os que acabam de comer e sujam o prato, para começar; aliás, se inexistisse a Igreja Católica e a bíblia, a qual apareceu bem mais tardiamente que a Igreja com sua Tradição apostólica, nem teríamos jamais ouvido falar nesses shakes religiosos bibliodólatras, ou seitas autodenominadas evangélicas.
    Como são em geral muito ignorantes e de dura cerviz, aglomerados em seitas ideais para os que priorizariam a soberba e orgulho, não ouvem a ninguém, e disso, por a Igreja possuir uma rígida doutrina, rebelam-se; preferem, como alguns já mo afirmaram, uma igreja mais tolerante, menos tradicional, mais adequada à modernidade e, para o provarem, hoje também atendem "segundo a bíblia" os assumidos gays/glbts e até os abortistas...
    Quanto à questão das indulgencia plenárias e o perdão dos pecados, sem esse elas nem existiriam; elas são a remissão total das penas devidas aos pecados anteriormente perdoados.
    Mas sempre é uma boa oportunidade para se ofuscarem ainda mais as anuviadas mentes, porque não?
    Os fatos acima mostrados no post sucedem-se rotineiramente devido à qualidade e insuficiente quantidade de assumidos pastores para bem conduzirem o rebanho, não o deixando à sanha de lobos rapaces!
    No mais, a imprensa amestrada e locataria dos devotos dos satanistas Marx-PT, como sempre, dá aquela ajuda!

    ResponderExcluir
  3. André disse: Também escrevi em sites fazendo referência a burrice, por exemplo, de auto proclamado bispo macedo, defensor do aborto. Também eu e outros já postamos textos respondendo a Silas Malafaia. São sempre os mesmos. Os três "mosqueteiros" e comerciantes da fé. Malafaia o debochado, Soares que se finge de bom moço e Macedo o degenerado.
    Silas já foi desmascarado dois dias após as criticas feitas a JMJ. Um vídeo circula Internet com força de virus e ele aparece abertamente defendendo pastor ladrão e corrupto.
    Macedo já não tem forças suficientes. É alvo de críticas e deboches de seus próprios pares.
    E Soares, mais inteligente que os outros dois, vai comendo pelos cantos. Talvez seja o que prega mais heresias.
    Felizes somos todos nós que pertencemos a verdadeira Igreja.
    E esta Igreja tem a marca da perseguição. É caluniada. Difamada. Injustiçada. Incompreendida.
    Mas que seus inimigos perecem e com eles morrem suas espúrias doutrinas.
    E ela permanece de pé, exuberante e plena de sabedoria.
    É um novo tempo e aquela que todos diziam estar morta, ressurge para agonia e desespero de nossos inimigos.
    Os lobos estão uivando. São os mesmos de sempre. Mas são lobos velhos. Estão cansados e debilitados por suas próprias cobiças e paixões infames.
    Grato pelo espaço.
    Em Cristo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.