O mistério da iniquidade e a apostasia dos cristãos

/
3 Comentários
Nota Importantíssima do Frei: As quatro imagens que ilustram este post foram postas por mim, não fazem parte do site original em que capturei trechos do texto, aos qual subscrevo na íntegra. É apenas uma discreta homenagem minha à heterodoxia do ensinamento e atitudes destes veneráveis prelados.

Equipe Christo Nihil Praeponere (...) De uns tempos pra cá, a fé acerca do Juízo Final e da existência do demônio tem se tornado obsoleta. Muitíssimas pregações dão enfoque apenas à afabilidade de Deus e à sua misericórdia. Com efeito, uma vez que se exclui a justiça divina e a sedução diabólica da catequese cristã, abre-se caminho à banalização do mal, pois se o cristianismo já não prega sobre o inferno, mas apenas sobre a ternura de Deus, isso significa que já não é mais necessária uma mudança de vida para se enquadrar nos desígnios de Deus. Afinal de contas, se Deus é amor e tudo perdoa, concluem alguns, qual o sentido de se preocupar com o pecado?

Esse triste relativismo é uma tendência muito em voga nos tempos atuais, sobretudo no que diz respeito aos valores inegociáveis da fé católica e às perseguições que a Igreja sofre. Ao invés de se indispor com o mundo, a pessoa prefere não tomar partido de nenhuma situação, para que possa agradar a todos, mesmo que isso signifique negar a verdade. O Catecismo da Igreja Católica denuncia que essa é uma atitude genuinamente diabólica: "a impostura religiosa suprema é a do Anticristo, isto é, a de um pseudo-messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias que veio na carne", (Cf. CIC 675).

O perfil do Anticristo, segundo o teólogo Cardeal Giacomo Biffi, apresenta "altíssimas demonstrações de moderação, de desinteresse e de ativa beneficência". Além disso, é um pacificista nato, com grandes preocupações ecológicas e humanitárias. De Cristo, nega peremptoriamente a moral, pois, de acordo com sua concepção, ela seria causa de divisões. Em linhas gerais, ele traz uma promessa de libertação e triunfo político, ou seja, um messianismo secularizado, qual propõe algumas correntes teológicas por aí. Esse falso misticismo foi condenado pelo Magistério da Igreja diversas vezes como, por exemplo, na encíclica Divini Redemptoris do Papa Pio XI sobre o comunismo ateu.

É curioso - e terrível ao mesmo tempo - perceber que numa época em que já não se fala mais de Anticristo, Diabo e Juízo Final, mas simplesmente de "amor" e platitudes, o número de violências, guerras e outros males é absurdamente enorme como nunca antes. C.S. Lewis, autor das Crônicas de Nárnia, escreve no seu livro Cartas de um Diabo ao seu aprendiz que a melhor maneira de o demônio conquistar o mundo é fazendo com que a humanidade não creia nele.Ora, acaso não está cada vez mais comum encontrar cristãos que pregam o amor, mas são incapazes de protestar contra o aborto? Pessoas que fazem campanhas e propõem prisões a agressores de animais, mas sequer se importam com o mendigo na porta da casa? Ou então aqueles católicos que dizem amar Jesus, mas são negligentes com o pecado, sem perceber que com isso eles são também responsáveis pelas chagas de Cristo na cruz? Ora, denunciou o então Cardeal Joseph Ratzinger na Via-Sacra de 2005, "não se pode continuar a banalizar o mal, quando vemos a imagem do Senhor que sofre". E no entanto, o mal é o que mais se pratica hoje, e por pessoas que se dizem cristãs!

Sim, o Anticristo está solto no mundo e tem feito muitos discípulos. São servos do maligno aqueles que relativizam a verdade e propõem a apostasia como alternativa à perseguição à Igreja. Enquanto os mártires do passado morreram para que a fé católica fosse preservada e professada hoje, muitos seguidores do Anticristo têm servido a cabeça da Igreja numa bandeja para o príncipe deste mundo. Falam de amor, preocupam-se com a natureza e pregam a paz, mas não se incomodam nem um pouco quando a fé em Jesus Cristo é ultrajada pelas hostes infernais. É o "mistério da iniquidade" predito pelo Senhor quando perguntou aos apóstolos: "quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?" (Cf. Lc 18, 8).
Outra Nota do Frei: Ilustrei este post com luminares do episcopado brasileiro, D. Paulo Sergio "mesa-branca",  D. Casaldaglia "nao-to-nem-ai", D. Babuíno "viva ladrões de terra e gado" e D. Demétrio "embaixador dos maçons". Precisamos dar nomes aos bois. Se ficaram bravinhos, vão chorar no colo da Congregação para Doutrina da Fé. Com bispos destes, para que o Tentador, não? O que há de mais concreto para ilustrar a perversão do mal que bispos que abandonam o evangelho para defenderem doutrinas condenadas pela Igreja? Se ver estes prelados corajosamente defendendo a fé católica dando a cara a tapa nas Igrejas, no Congresso, no Supremo Tribunal, na TV, nos confins da Terra, peço desculpas públicas. Por hora, nada.



Você também pode gostar

3 comentários:

  1. SÃO OS RELIGIOSOS QUE O DIABO MAIS APRECIA E DOS QUAIS NECESSITA...
    E QUANTOS DESSES HÁ POR AÍ!...
    Catecismo Católico 2246: "Faz parte da missão da Igreja "emitir juízo de valores também sobre realidades que dizem respeito à ordem política, quando o exijam os direitos fundamentais da pessoa ou salvação das almas, empregando todos os recursos - e somente estes - que estão de acordo com o Evangelho e com o bem de todos, conforme a diversidade dos tempos e das situações".
    A Igreja, pelo seu bispo ou CNBB (não aderidos ao marxismo-PT) deveria publicamente emitir juízo em vista de ações sucedidas à sua volta.
    Como pode uma pessoa passando-se por bispo ou mesmo sacerdote apoiando e defendendo ideologias de um partido como o comuno-marxista ateu PT que tem fundamental ódio a Deus e à Igreja? Ainda, que possui o aborto como programa oficial de governo, instituíndo oficialmente o crime e com ajuda de supostos cristãos?
    As músicas de alguns cantores padres, como Fabio de Mello, remetem apenas á bondade de Deus, praticamente excluindo sua justiça, induzindo as pessoas apensarem unilateralmente, subtendendo exclusão de castigo eterno aos refratários à sua doutrina, daí inclui-se abafamento da existência e ações diabólicas, ajudando-as.
    Religiosos do naipe acima, além de se comprometerem seriamente na própria salvação, induzem muitas almas ao erro.
    1 - Sincretismo religioso-satanismo.
    2 - Discípulo de Marx sob vestes episcopais.
    3 - Adesão à ideologia comunista e a métodos de ação do PT.
    4 - Sincretismo religioso-satanismo.
    Se a praga PT está aí - embora deteriorando-se a cada dia a olhos vistos - agradeça a relativistas e (ou) a capachos acima.






    ResponderExcluir
  2. Então caro Frei, por aqui onde moro em Foz do Iguaçu-Pr, o nosso Bispo D. Dirceu Vegini, está procurando e resolvendo os "problemas" com a rebeldia de certos padres da TL, mas em minha paroquia, os padres são missionarios da congregação do VERBO DIVINO, é uma mistura de dança indiana, com referencias ao BUDA durante as celebrações, que não e fácil.
    Abraços
    Antonio.
    littlecesar04@yahoo.com

    ResponderExcluir
  3. Certa senhora, no "Questões de Fé" Tv Horizonte, às 10:30 sempre aos sábados, hoje 13/07 e às 20:30, dia 14/07, aos domingos em reprise, do meio prá lá do programa de 1:30 H, relatou ao sacerdote que separou e arranjou um "namorado"; sabe que está errada e sente o drama da situação, ele disse, se não entendi mal: retire o drama, cada caso tem de analisar um por um, sem ficar nessa de se preocupar com inferno...
    Irei reconferir na reprise e se acaso houver mal entendido eu me penitenciarei.
    Mandei-lhe uma pergunta sobre o BBB das Globo e o PT e implicância contra o matrimonio cristão, mas a palavra "PT" ele não falou, não quis pronunciar, mostrou recusa de política... Kakaracacaaaá...
    Nesse caso meu, achei que se comportou como relativista!
    Nessa JMJ preparatória lá tem show com o relativista campeão nacional Pe Fabio de Mello, o cantor TL Zé Vicente, D Claudio Hummes já se apresentou, lá mora D José Maria Pires muito idoso do ramo sucessório de Dom Vermelho Hélder, ídolo dos petistas...
    Que batata quente, sr. destemido frei Rojão!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.