Minuto com um Papa, Francisco ou "Entendam o pensamento do Papa Francisco"

/
7 Comentários
Escrevi este texto antes da JMJ. Deixei sem publicar. A JMJ confirmou sua análise. Aí vai!

"Ser cristão significa deixar-se renovar por Jesus nesta nova vida. Eu sou um bom cristão, todos os domingos, de 11h ao meio-dia, vou à missa e faço isso como se fosse uma coleção. A vida cristã não é uma colagem de coisas. É uma totalidade harmoniosa, feita pelo Espírito Santo que renova tudo: renova o nosso coração, a nossa vida e nos faz viver num estilo diferente, num estilo que envolve toda a existência. Não se pode ser cristão pela metade, a tempo parcial. O cristão a tempo parcial não funciona! Tudo, totalidade a tempo integral. Esta renovação é o Espírito quem nos faz. Ser cristão não significa fazer coisas, mas deixar-se renovar pelo Espírito Santo ou para usar as palavras de Jesus, tornar-se vinho novo.(...) Na vida cristã e também na vida da Igreja existem estruturas antigas, estruturas superadas. É necessário renová-las! E a Igreja sempre esteve atenta a isso, com o diálogo com as culturas. Sempre se deixa renovar, segundo os lugares, tempos e pessoas. Este trabalho sempre foi feito pela Igreja! Desde o primeiro momento, lembramos a primeira batalha teológica: para tornar-se cristão é necessário cumprir toda a prática judaica ou não? Não! Eles disseram não! Os gentios podem entrar como como são: gentios. Entrar na Igreja e receber o Batismo. Primeira renovação da estrutura. E assim a Igreja sempre foi adiante, deixando que o Espírito Santo renove estas estruturas, estruturas da Igreja. Não tenha medo da novidade do Evangelho. Não tenha medo da novidade que o Espírito Santo faz em nós! Não tenha medo da renovação das estruturas." - Homilia em 6 de julho

Nota do Frei: Esta homilia me passou batido a sua época, lendo finalmente, acho que acabei de encontrar a chave da compreensão do pensamento e pontificado de Bergoglio e o que ele pretende fazer no trono de São Pedro. Está muito claro. Claríssimo. É, meus caros, está ai. Que digam tudo, menos que Francisco não é sincero. O homem conduz, não é conduzido. Um bom Alexandre VI ressuscitou. As chaves de Pedro estão em mãos firmes, e a espada que feriu Macon está na sua cintura. Este pescador é navegador experiente, e vai segurar o leme da barca pessoalmente. 

Não sou apenas eu que penso assim, mas também o Cardeal Pell: Sobre a decisão de Papa Francisco em permanecer na Casa Santa Marta, o Cardeal Pell afirmou que ele gosta de companhia e arriscou um palpite: "é a escolha de um homem que não quer ser controlado. E eu sou a favor dos Papas que agem como Papas". 

E outro purpurado: "o Cardeal Lajolo afirmou que ele "trouxe uma nova atmosfera para a Igreja, dando um sentido de um novo impulso, de proximidade, não somente física, mas de mentalidade. E tudo isto, em absoluta fidelidade à mensagem do Evangelho. Não se deve esperar que este Papa revolucione a Igreja, mas que faça algumas mudanças, aqueles ajustes que são necessários, e que já começou a fazer. E tudo isso vai ter um efeito sobre todo o corpo da Igreja, porque levará a uma maior proximidade do Papa com os bispos, uma maior colegialidade, fazendo aquilo que é próprio do Papa, que não se confunde com aquilo que é dos outros bispos". Segundo o Cardeal, Francisco já deu sinais muito claros de sua intenção "de tirar da Igreja e da Cúria tudo aquilo que possa ser um obstáculo para a proclamação do Evangelho, tudo aquilo que possa servir de pretexto para críticas, justas ou injustas. Tenho a impressão de que o Papa está nos dizendo: tentemos purificar, tirar as ocasiões de mal-entendidos ou de críticas." 

Nota do Frei: Este inutilia truncat do evangelho é uma pérola jesuítica que parece que até os jesuítas se esqueceram, que Francisco traga de volta, é bem vinda. Infelizmente a Igreja hoje em dia só é econômica na liturgia, mas é verborrágica e nada pragmática em todo o resto. Os supostos "barroquismos" são atacados só no altar, mas quanto ao resto, é barroquismo, rococó, blábláblá e nhem-nhem-nhem. Basta ler um texto base da Campanha da Fraternidade, ou sequer algum comunicado da CNBB, um perfeito exercício de discurso sobre o nada, como falar platitudes ocupando no mínimo cinco parágrafos.



Você também pode gostar

7 comentários:

  1. Frei, como assim um bom Alexandre VI ? Um bom Bórgia ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, ele quis dizer que tem as qualidades, sem ter os defeitos...

      Excluir
    2. Nao se esqueça de Sao Francisco Bórgia!!!

      Excluir
  2. A CNBB DIZER AO S PADRE FRANCISCO QUE ESTAMOS GOVERNADOS POR MARXISTAS; SERÁ, TERIA CORAGEM?
    TERIA UMA IMPRESSÃO QUE….
    O S Padre Francisco não abordou as questões do aborto e do gayzismo em particular de forma mais contundente por os bispos - ou apenas um - da CNBB, quem sabe, teriam sido seus instrutores acerca dos problemas da Igreja no Brasil - logo se forem os da suposta banda vermelha - e talvez por isso não tivesse mais apertado o cerco em cima dessas mazelas.
    Se acaso existir fundamento a essa conjectura, ficaria para ele difícil advinhar, menos ainda até possível conluio da CNBB com marxistas e ela ter facilitado a ponto de hoje estarmos SOB AS PATAS DOS MARXISTAS E ELA CALADIIIIINHA…
    Acaso se fundamentando e assim procedesse, a CNBB estaria atentando contra si mesma, atestando traição à Igreja e seria culpabilizada por quase tudo de moral-ético que assola o Brasil…
    Seria isso?

    ResponderExcluir
  3. Oremus pro Pontifice nostro Franciscum.

    ResponderExcluir
  4. Senhor Clemente Rojão, gostaria que visse meu artigo, diante de sua postura frente ao Santo Padre.
    Não te tiro toda a razão, mas peço que reflita. Navegar contra o Sumo Pontífice é perigoso. Coloca-nos numa postura orgulhosa. Lembra-te, pois, que avacalharam também a Missa de Bento XVI durante a beatificação que celebrou no Brasil. Segue pois, meu artigo. In Xto.

    http://veritatis.x10.mx/wp/blog/2013/07/24/o-papa-francisco-a-jmj-e-a-declaracao-de-um-pobre-coracao/

    ResponderExcluir
  5. Douglas,

    Texto excelente. Queria ter o escrito

    Clemens OAAO

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.