Ser esquerdista é viver num estado de desorientação moral profunda, estrutural e incurável

/
1 Comentários
A esquerda, por sua vez, como se apóia integralmente na imagem móvel de um futuro hipotético, não pode julgar-se a si própria pelos padrões atualmente existentes, condenados "a priori" como resíduos de um passado abominável. Seu único compromisso é com o futuro, mas quem inventa esse futuro e o modifica conforme as necessidades estratégicas e táticas do presente é ela própria. Por fatalidade constitutiva do seu símbolo fundador, ela é sempre o legislador que, não tendo autoridade acima de si, legisla em causa própria, faz o que bem entende e, a seus olhos, tem razão em todas as circunstâncias, embriagando-se na contemplação vaidosa de uma imagem de pureza e santidade infinitas, mesmo quando chafurda num lamaçal de crimes e iniquidades incomparavelmente superiores a todos os males passados que prometia eliminar. Ser esquerdista é viver num estado de desorientação moral profunda, estrutural e incurável. É mergulhar as mãos em sangue e fezes jurando que as banha nas águas lustrais de uma redenção divina.

Por isso não se deve estranhar que o partido mais ladrão, mais criminoso, mais perverso de toda a nossa História, o partido amigo de narcoguerrilheiros e ditadores genocidas, o partido que aplaudia a liquidação de dezenas de milhares de cubanos desarmados enquanto condenava com paroxismos de indignação a de trezentos terroristas brasileiros, o partido que condena os atentados a bomba quando acontecem na Espanha e aplaude os realizados no Brasil, o partido que instituiu o suborno e a propina como sistema de governo, seja também o partido que mais bate no peito alegando méritos e glórias excelsos.

Ser esquerdista é ser precisamente isso.

***

Direita e esquerda são politizações de símbolos mitológicos cujo conteúdo originário se tornou inalcançável na experiência comum. Elas existirão enquanto permanecermos no ciclo moderno, cujo destino essencial, como bem viu Napoleão Bonaparte, é politizar tudo e ignorar o que esteja acima da política. Não existirão para sempre. Mas, quando cessarem de existir, a política terá perdido pelo menos boa parte do espaço que usurpou de outras dimensões da existência.

(Olavo de Carvalho, 1 de novembro de 2005)



Você também pode gostar

Um comentário:

  1. OS ESQUERDISTAS SACERDOTES E BISPOS ALIADOS A TL-DOM HÉLDER SÃO DOS MAIORES PROPULSORES DOS MARXISTAS DO BRASIL!
    Os comunistas como do PT são satanistas, têem a mente deformada e fanatizada pela ira genética da ideologia marxista, arraigados odio e rancor a Jesus Cristo e à Igreja católica, odeiam-se a si mesmos, internamente em facções abocanham-se ferozmente pela liderança, usam dos aliados como serviçais e adotam as mesmas ideologias nazi-fascistas que escravizam as pessoas como trampolim para subirem e se manterem no poder, e seriam os capitalistas e imperialistas de Estado, a única elite e burguesia permitidas, e a prova cabal disso são as idolatrias aos esquemas de Cuba e Coreia do Norte e similares defendidos pelo PT, de apenas abaixo deles pessoas-gado-estabulado, vigiados, sob parca ração e de fecho éclair na boca.
    Classificados pelos últimos 10 Papas como sendo "PESTES, PESTES MORTÍFERAS" e pesadas penas como a excomunhão automática a quem os apoiar e aderir a eles - votar é apoiar - eis o resultado de optar por revolucionários, ex guerrilheiros marxistas querendo em tudo e todos impor o diabólico POLITICAMENTE CORRETO e enquadrar quem não obedecer a eles.
    Como disse Breno: Ai de vós!
    Que trocais Jesus Cristo por Karl Marx!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.