Comunista é religioso quando convém

/
5 Comentários

Vejam que doçura este trecho de um comunicado (ou melhor, uma bravata) do governo assassino Norte-Coreano: 

As autoridades mariotentes da Coreia do Sul tentaram ligar o afundamento do (navio) Chonan com a República Democrática Popular da Coréia do Norte (RDPCN) e pôr a culpa de estarem atirando na ilha Yonpyong na RDPCN, assim como o traidor Lee Myung Bak fez. Disseram que planejam fazer ataques de precisão com mísseis nas estátuas dos generalíssimos Kim Il Sung e Kim Jong Il em diferentes partes da RDPCN incluindo em Pyongyang se provocações desta natureza ocorrerem. Eles, sem medo da punição divina, disseram que elencaram uma lista de alvos, baseados em análises detalhadas de locais, tamanhos e características específicas de cada estátua. 

Ai, que fofura. Medo da punição divina? Uai, como diria em Minas, que trem de ateísmo comunista é este??? Cadê o Marx aqui para dizer que a religião é o ópio do povo? Os abestados dos mentirosos do Richard Dawkins e do Sam Harris vão agora usar a Coréia do Norte para tentar provar como a religião é má, ruim, e come criancinhas. Sim, vai que Kim Jong Un e Madre Teresa de Calcultá virem represnetantes da religião juntos. Talvez Betto queira fazer um filho deles, como quis entre Santa Teresa d'Ávila e Che Guevara.

Punição divina? Ohohohhohoh, Lênin no Inferno cacareja de dar risada até botar um ovo. Depois o Chávez me aparece como um pintassilgo para o Nicolás Maduro e todos tiram sarro dele. 

Eu fico pensando que nem os filisteus ou moabitas ficaram tão enervados quando Davi queimava seus ídolos. Juro que depois desta bravata, se fosse um general americano, meu dedo ficaria coçando só para mandar um petardo na testa de um ídolo de um Kim. Click! Flush! Vruuuuuu! Pimba! Buuuum! Lá se vai um Kim Jong XXX pelos ares.

Quanto mais envelheço mais compreendo as benesses da paz. E quanto mais envelheço, mais compreendo as tolices do pacifismo. Paz é boa. Pacifismo é para espertalhões. Exemplifico: Nos dourados (não, idiotas!) anos setenta enquanto era seminarista, todos gritavam contra a Guerra do Vietnã. Sim, os americanos saíram e os comunas ganharam. E do Vietnã ao Cambodja com a ascensão do Khmer Vermelho e a morte de 2 milhões numa população de 8 milhões. 2 milhões de mortos! Se os americanos não tivessem saído do Vietnã, o Khmer não ascenderia no Cambodja. Que paz é esta que faz tantos mortos? Será que na URSS e na China havia protestos contra a Guerra? Garanto que soviéticos e chineses se borravam de dar risada ao ver os hyppies com "faça amor (e transmita a incipiente AIDS) não faça guerra". Isso mesmo, diziam Moscou e Pequim, façam amor e não façam a guerra, deixem a coisa para a gente. E o Khmer Vermelho transformou o Cambodja num violento campo de concentração...

Feliz Seul que não teve estes idiotas úteis pacifistas para lhe entregar nas mãos dos carrascos como Hanói foi!!! Hoje vemos a prosperidade da Coréia do Sul. Se tivesse "yankees go home" na Guerra da Coreia, quantas montanhas de crânios a península coreana não teria a mais? Contaremos os crânios do norte quando os Kim caírem. Não, não sou contra a paz! Sou contra o pacifismo! Este pacifismo seletivo manipulado que ajuda quem não quer a paz! Este pacifismo que entrega povos aos carrascos! Este pacifismo tolo que deplora a morte dos "muito pacíficos" vietcongues, mas não falou nada dos quirguizes pisados pelos chineses, nem da invasão soviética no Afeganistão! Vão para o Inferno, fariseus das pombas da paz, idiotas úteis vermelhos de roupas floridas fumando baseado!

Lamento muito pelas vítimas de um conflito, mas não seria má ideia que uma guerra varresse estes tiranos coreanos do mapa. "Sic semper tirannis". Eles perseguem os cristãos como ninguém e a Coreia do Norte está recheada de Gulags. 

Enfim, é ver para crer.



Você também pode gostar

5 comentários:

  1. PRÁ LÁ DE CORRETO!
    Procure na net: "Carta que Fidel Castro enviou ao presidente Chávez de como implantar o comunismo na Venezuela" e depois repassada a Lula e a outros satano-comunistas da A. Latina e verá de como se travestem de religiosos; Fidel Castro, Lula e seu catolicismo e até bispos o defendendo são preclaros exemplos desse suspeito expediente.
    Não precisamos ir longe: idem a Teologia da Libertação com seu marxismo cultural disfarçado de doutrina católica fá-lo direitinho, e graças a ela o satano-marxista PT está empoleirado.

    ResponderExcluir
  2. porra, nunca vi um critico assim mesmo de sem concordar em aspctos, devo me envergar ao comentaria pela sua astucia e coragem!!!

    ResponderExcluir
  3. Sendo estudante de historia foram fatos como o caso do Cambodja onde o gal Pol Pot matava quem soubesse ler; só passavam os analfabetos, pois os comunistas quanto mais burros forem as pessoas, melhor para eles.
    E após a saída dos americanos da Ásia o comunismo matou à vontade que quisesse e também nada noticiava.
    O comunista para alcançar seus objetivos faz qualquer coisa, sem exceção e interessante que têem um propaganda muito forte e conseguem convencer muitos mal informados e se projetarem.
    Para azar de todos.

    ResponderExcluir
  4. Flávio Gomes - comentarista de automobilismo, um esporte bastante revolucionário - diz que, se a gente não sabe ler coreano, não deve comentar (negativamente) o regime norte-coreano. Queria ver esse sujeitinho cobrindo F-1 e colecionando carros antigos em PyonGyang.

    ResponderExcluir
  5. Queria ver o Flavio Gomes, comentarista de F-1, esporte de camaradas, vivendo em Pyongyang, colecionando carros antigos.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.