Liguei para o Superior

/
1 Comentários
- D. Genserico, é impossivel que a Ordem Amuliana não tivesse sabido.
- Sabiamos, Clemente, sabiamos de tudo...
- Por que não me avisaram?
- Porque você iria publicar no facebook!
- E agora?
- Agora é hora de agir...


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Primeiramente, fiquei atônito.
    Particularmente, tenho grande afeição pelo Papa Bento XVI. Pois foi durante seu pontificado que realmente enxerguei minha condição de pecador e de mero servo de Deus. Onde pude voltar a Igreja de fato. Nã digo isso de forma soberba, mas creio que realmente tive a graça de uma conversão e credito o Papa Bento como um dos que me propiciaram isso. Com ele que me interessei sobre a Igreja, estudar a história, a tentar me informar mais e mais. A sua postura, seus pronunciamentos e seus livros.

    Não há como imaginar a dificuldade de se tomar essa decisão. Eu encaro como um verdadeiro desapego do ego, de Bento XVI. Ele poderia ficar acomodado, mas colocou a Santa Igreja em primeiro lugar. Prefere ver outro, com mais vigor, nessa difícil cruzada que é prosseguir a missão de Pedro.

    Mas não há motivos para temor. Como o próprio Papa Bento disse em sua Lectio Divina no Seminário Maior de Roma:
    "A herança é algo do futuro, e por isso esta palavra diz sobretudo que, como cristãos, nós temos o futuro: o futuro é nosso, o futuro é Deus." E também: "A Igreja sempre se renova, renasce sempre. O futuro é nosso."
    Temos de nos lembrar que estamos falando da verdadeira Igreja de Cristo, não nos esqueçamos nunca de Mt 16: 18. Como o próprio Jesus disse: "Não tenhais medo".
    Essa é a Igreja que sobreviveu ao martírio de Pedro, Paulo e outros apóstolos. Que teve fiéis jogados aos leões, que atravessou os mares revoltos do arianismo e da reforma. Que encarou a kulturkampf de Bismarck, as perseguições do nazismo e do comunismo. Que mesmo abalada por dentro graças a abusos do Concílio Vaticano II está firme pelo mundo.
    2000 anos perseguida e atacada, mas nunca derrubada.
    Não é agora que será o fim. Lembremos de Mt 16:18!!

    Tenhamos fé, vivamos pela fé. A provação é, e será constante.
    Rezemos um terço pelo próximo conclave, jejuaremos e oremos sem cessar. Que a quaresma vindoura seja uma bela expiação.

    Sancta Maria, Mater Dei, ora pro nobis peccatóribus.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.