D. Tomáz Balduíno, por que não te calas?

/
3 Comentários
Alguém me chamará de cruel por pedir contas dos bispos avermelhados dos crimes do comunismo. Ué, não é isso que fazem conosco com a Inquisição de muito mais tempos atrás?

Quando era mais jovem, achava que a epicopado brasileiro era relaxado. Amadureci e comecei a pensar que eram idiotas mesmo. Fiquei tão velho quanto eles, e os fatos me levam a concluir que são perigosamente quase-apóstatas, pelo menos não-formalmente. Ah, sim, tem os bons. Sim, sempre têm. Mas são os maus que dão as cartas.

D. Tomaz Balduíno, um outro velho sem juízo como Niemayer, soltou na Folha um libelo, uma calúnia contra a senadora Kátia Abreu. Nem vou explicar que D. Tomáz é da Pastoral da Terra, que na prática é uma sucursal do MST. 

Ah, assim dão razão ao jovem Eliu, que no livro de Jó diz com correção que não são os cabelos brancos que trazem sabedoria! O velho bispo sem juízo nem temor a Deus (porque calúnia é pecado) toma uma resposta da senadora de fazer corar até o Faraó do Egito e o rei da Assíria. Cito um trecho:

"Minha fé não é a do ódio revolucionário, que incita o conflito e trata como pecadores os que dele divergem ideologicamente. É a fé que o papa Bento 16, em seu livro "Jesus de Nazaré, da Entrada em Jerusalém à Ressurreição", proclama como sendo a da paz. "A violência", diz o papa, "não instaura o Reino de Deus, o Reino da Humanidade. É, ao contrário, instrumento preferido do Anticristo. Mesmo com motivação religiosa idealista, ela não serve à humanidade, mas à inumanidade"." (...) Sem seu grau de santidade e sabedoria, não lhe devolvo as insolências. E se for o caso de terminar com uma citação, tomo, com respeito, a palavra do Senhor, no Antigo Testamento: "Não darás falso testemunho contra o seu próximo" (Êxodo, 20, 16).

Não subscrevo tudo o que a senadora escreveu. A citação aos "catolicos da Irlanda" é bucéfala. Os católicos lutavam contra a perseguição religiosa dos anglicanos, não eram todos terroristas politicos do IRA, como a senadora infelizmente dá a entender. O IRA não era religioso. Já o movimento de independência irlandes teve catolicos E protestantes. Fora isto, o texto é uma resposta digna a um bispo mentiroso. Infelizmente bispo!

Tudo, meus amigos, é jogo político. E uma das regras mais infalíveis deste jogo é "Faça o peixe morrer pela boca" ou "Ataque de volta com seu próprio ensinamento" que é uma variante histórica do Retorsio Argumenti, o equivalente retórico de um nocaute. Kátia Abreu, política inteligente que é, joga bem citando tanto a Bíblia (Êxodo), o papa e a própria lembrança de D. Tomáz como padre. Ou seja, joga contra Balduíno os argumentos que ele "supostamente" defende, a Bíblia, o papa e a coerência consigo mesmo. Este é um contra-argumento que nós, religiosos, temos de estar sempre atentos, nossos adversários sempre serão vigilantes em capturar incoerência nossa com os valores cristãos e da Igreja. E É BOM QUE ESTEJAM MESMO! Ora caçarolas, tenho de viver pautado por estes valores! A senadora joga certinho com estes tipos retóricos contra o bispo sem juízo. Por outro lado, sabendo que tudo é jogo político, o que D. Tomáz tem a ganhar com um ataque frontal à senadora que é presidente da Confederação Nacional da Agricultura??? Por acaso ele usou o espaço da Folha para falar de Cristo e seu Evangelho? Se um bispo desce à lama da rinha política, e empresta seu púlpito que é de Cristo para o MST, merece receber na cara um balde de lama política mesmo.

Olha, na humilde opinião deste velho aqui,uma calúnia é violação a um dos mandamentos, e feita em jornal de grande circulação, pode-se dizer que é matéria grave com implicação direta na honra. Feita de pleno conhecimento (suponho que D. Tomáz saiba o catecismo... ou não?) e pleno consentimento (um artigo de jornal é de pleno consentimento). Se o leitor é perspicaz, está somando os pontos e chegando à conclusão que é pecado mortal. E não é a primeira vez que D. Tomáz transige violentamente com um dos mandamentos. Lembram de Fernando Lugo, o bispo reprodutor do Paraguai? Veja o que D. Tomáz escreveu a ele: Continue assim, caro Irmão, coerente com a inspiração evangélica, ao testemunhar, com clarividência e humanidade, o inestimável valor do relacionamento entre o homem e a mulher”. Desse jeito pedem todos transferência para a diocese de D. Tomáz. Se testemunhar - com clarividência e humildade - o valor do Evangelho é FORNICAR, é ter relações irregulares fora do matrimônio com suas amantes, e com o agravante de ser um bispo celibatário, quantos não farão fila! Que coisinha diabólica de D. Tomáz, que transforma  mal em bem, pecado em virtude! O profeta Isaías tinha profetizado mesmo contra os sacerdotes que fazem do mal em bem.

Que vergonha!
Que vergonha!
Que vergonha!
Uma arcebispo da Igreja de Deus!  Que vergonha!

Reinaldo Azevedo, comentando as atrocidades baduinianas,  soltou um trecho clarividente que tem sido comentado na rede:

Estudiosos tentam entender as razões do declínio da Igreja Católica no Brasil — e está em declínio, é inútil negar. Deriva, não tenho dúvida, entre outras causas, do fato de que muitos religiosos passaram a ignorar o dogma da Cruz em favor do da luta de classes. O pior é que acabam com um entendimento prejudicado das duas coisas. Os marxistas originais, vá lá, achavam que era preciso superar o capitalismo para chegar ao socialismo — e àquilo que entendiam ser o bem-estar coletivo. O comunismo dos padres é coisa mais primitiva mesmo. Eles parecem ter uma atração fatal pela socialização da miséria. A exemplo daquela turma da Alana, eles também não gostam do… consumismo… É o caso de Lancelotti. Esse homem não pode ver um miserável que logo cai de joelhos.
 
Mas, enfim, estou até sem lágrimas para chorar pela Igreja brasileira declinante... Soltei uma enquete no facebook. Uma não, duas. Que o leitor julgue e responda:

1- No Inferno de Dante, qual seria a punição que D. Tomaz Balduino mereceria pelo conjunto de sua obra como bispo?

A) Orar o Pai-Nosso da Terra do Frei Betto por toda eternidade
B) Nadar num fosso cheio da baba de Lula e de pêlos das axilas de Guevara
C) Ouvir por todo sempre discursos de Dilma Rousseff com comentários de Leonardo Boff
D) Ouvir os lamentos dasvitimas do holocausto ucraniano na coletivização forçada das terras soviéticas
E) Ressuscitar como uma minhoca para poder verdadeiramente tratar da "Pastoral da terra"

Qual você sugeriria?


2 - Se o Vaticano transferisse D. Tomaz Balduíno, qual é a sua sugestão de diocese?

A) CARACAS, para celebrar a missa de Setimo Dia de Hugo Chavez
B) HAVANA, para ser o confessor de Fidel Castro
C) PEQUIM, para ser o Patriarca da Igreja Nacional Patriótica chinesa, do PC
D) PYONGYANG, para ser diretor espiritual de Kin Jong Un
E) CAXEMIRA, para sentir na pele o que é ser perseguido de verdade


Você também pode gostar

3 comentários:

  1. D TOMAZ VESTIDO EM TRAJE A RIGOR...
    A Teologia da Libertação equivale ao Marxismo Cultural, doutrina comunista sob forma religiosa da doutrina da Igreja católica, reformulada nos laboratorios de engenharia social comunistas, objetivando subverter as pessoas incautas, de modo sutil, lento e gradativo na ideologia socialista, sem alterar grandemente o sentido do conteúdo, uma farsa bem montada, de tal forma ideologizada retirando toda a transcendencia, apenas restando a imanencia, fazendo da fé cristã fraudada em trampolim para chegar ao comunismo materialista e ateu, gerando propagadores membros da Igreja, simpatizantes e eleitores do comunista PT.
    De igual forma, os católicos que se filiarem aos citados são traidores de Cristo-Igreja, excluem-se dela automaticamente, falsos profetas, agentes comunistas travestidos de cristãos, incluindo-se entre as centenas de sacerdotes e até alguns bispos aderentes à heresia, são em geral os defensores de reforma agraria, MST, invasão de terras, teria do igualitarismo forçado, como o dissenso acima uniformizado a rigor do MST-PT.

    ResponderExcluir
  2. A respoats da senadora foi excelente! Também achei que teve suas besteiras, na parte dos católicos irlandeses, tal qual comentei no Fratres.
    Mas foi sensacional, a citação ao Papa, jogar com as palavras do Bispo quando era padre e atualmente.

    Sinceramente, gostaria de entender melhor os critérios para a promoção de um Bispo. Claro que existem os realmente bons, pastores, como o falecido Dom Luiz Bergonzini, que Deus o tenha em bom lugar. Entendo que deve haver muita política, muita coisa por trás da nomeação.

    Uma vez vi um livro sobre tal questão na livraria, pretendo compra-lo para ver se é realmente bom, esse livro aqui, caso desconheça frei:
    http://www.livrariacultura.com.br/Produto/LIVRO/COMO-SE-FAZ-UM-BISPO/30028333

    ResponderExcluir
  3. Frei Rojao (Nem vou logar, meu estilo eh minha assinatura!)28 de janeiro de 2013 13:55

    Parodiando Bismarck, se o povo soubesse como se fazem bispos e lingüiças, ficaria apavorado...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.