Rapidinhas na República

/
0 Comentários
D. João V, Mosteiro de S. Vicente de Fora
Lisboa
1. Amanhã é a Proclamação da República, de Mariana, a marvarda. Os ateístas perseguidores de cristãos disfarçados de laicidade sempre celebram a tal "separação entre Igreja e Estado" que é uma grande balela, a Igreja sempre foi separada do Estado, aliás, o Cristianismo é único por haver uma instituição religiosa separada do Estado. Enfim, é muito bom que a Igreja seja uma instituição de direito privado e estanque do Estado. Já pensou nos envolvermos com isto tudo que está ai no governo?
 
2. Citei, num post passado, D. João V, que em todo seu reinado mais interferiu na arquidiocese/patriarcado lisboeta que todos os papas na história da Igreja. Cito seu filho, D. José, que pisou nos jesuítas usando Pombal de batuta. E lembremos dos perrengues de D. Pedro II, do beneplácito aos bispos maçons.  Eu só cito isto como vacina quando alguém quer identificar a causa católica com a causa monárquica. A tal Santa Aliança entre o Altar e o Trono foi apenas uma tentativa de tronos desesperados se apegarem aos altares. A Igreja sobreviveu aos tronos e às repúblicas e está muito acima de questões prosaicas de que se há um rei ou um presidente.

3. Quem tiver vontade e paciência, leia os documentos de abertura e encerramento dos Concílios Vaticano II e Trento comparados. Neste último, veja toda a sabujisse, subserviência e bajulação ao Imperador e compare com nossa independência moderna, o fato da Santa Sé não dever satisfação a ninguém. E dizem que as coisas não melhoram...

4. República, Monarquia, Palamentarismo... bah... é apenas discutir a disposição dos bombons dentro do ovo de Páscoa. Qualquer governo é tão bom quanto os homens que o compõem. A fé cristã é muito mais que isto. Afinal, São Pedro, debaixo da caliga de Nero, não pedia que os cristãos obedecessem e orassem pelas autoridades? Quanto mais agora que temos - ainda - a liberdade.

5. "Ó povo destinado à Escravidão!!!" dizia o Imperador Tibério vendo tanta bajulação do Senado Romano. Esta frase sempre me vem na cabeça quando passo pela TV Camara ou TV Senado e algum sabujo governista está discursando.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.