A lenda de São Éle Asterisco, servo de Cristo

/
2 Comentários
Não rezem para Santo Amúlio, eu nem rezo mais, ele não ouve ninguém nem tem capelas. Ele e São L. (*) são os santos desconhecidos e que vão permanecer desconhecidos. A função de Santo Amúlio foi só ter fundado esta Ordem, que é a guarida de quem quer falar umas verdades e não podem, porque o peso da hierarquia, pouco ativa para condenar os erros  mundo, muito ativa para punir quem diz umas verdades, desceria na sua cabeça. 

Quem duvidar, veja o caso do Pe. Paulo Ricardo, que teve sua cabeça pedida por maus religiosos pelo simples fato de dar sua cara a bater falando verdades. Conheço casos as mancheias de religiosos que foram perseguidos por repetirem as verdades inconvenientes, e tiveram de abandonar suas ordens e vocações. 

Cito um exemplo famoso do passado, São Bento quase foi envenenado. E não foram os hereges nem pagãos que tentaram o envenenar, foram monges maus. Quem quiser a voz gritando no deserto, prepare-se para comer muita merda. Jeremias foi jogado no poço, vários profetas hebraicos foram mártires.  

A coisa mais fácil do mundo é um reitor melar a vocação de um seminarista conservador. A coisa mais fácil do mundo é um superior calar um religioso rigoroso na Regra até que ele saia da casa. A coisa mais fácil do mundo é um bispo molenga e heterodoxo reduzir ao silêncio um padre ortodoxo. Há joio no meio do campo de trigo, e este joio afoga o trigo, este joio é o espinheiro que mata a semente. E quando a patrulha esquerdista e esquerdopata faz pressão na hierarquia, eles desmancham. Basta ver a covardia que tiveram ao defender um dos seus, D. Luiz Gonzaga Bergonzini de saudosa memória. Sobre a rocha de Pedro, está a gelatina do episcopado. Dentro do clero é necessário ser mais político que no Congresso Nacional. E quem é leitor fiel do blog sabe que não estou mentindo. Não é a política da sempre satanizada Cúria Romana não, é intriguinha paroquial mesmo...

Mas a tecnologia vem com algumas surpresas, e os púlpitos virtuais são devastadores. E impactam muito mais. Porque ajudam a atingir leigos e religiosos de todas as dioceses. E os leigos nada têm a temer. A esperança da Igreja do Brasil são os leigos combaterem o  bom combate, e auxiliarem os bons bispos e bons religiosos que existem, estes santos macabeus que enfrentam muita oposição em sua justa revolta contra a desobediência da Aliança. 

Eu não me importo de ver estes textos divulgados em outros sites se eles ajudam a melhorar a Igreja brasileira. Não sou reformista, de jeito nenhum. Não tem de reformar nada. Tem é de se aplicar, tem de parar de se omitir, tem de dizer "Sim é sim, não é não" e o que vem mais além disso é do Maligno. A condenação mais dura do Apocalipse nem é contra os pecadores, mas sim contra os cristãos mornos, nem quentes nem frios. Deus só nos mandou sermos zeladores fiéis.

Bom, sobre Santo Amúlio é isto, "para bom entendedor, meia palavra basta", assim disse o Chefe de todos os Santos, Jesus Cristo, Senhor nosso e salvador. É melhor rezar para o Frei Galvão, Santo de comprovadas virtudes! É melhor rezar para o Beato Anchieta, Apóstolo de comprovados esforços! É melhor rezar para São Corbianiano de Chartres, venerável bispo e Apóstolo da Gália. É melhor rezar para São Bonifácio, Apóstolo da Alemanha. É melhor rezar para São Bento, pai dos monges e homônimo de grandes Papas, de outrora e de hoje. É melhor rezar para São Lino, padroeiro dos co-pilotos, porque tomou o leme da barca das mãos crucificadas do comandante São Pedro. Até São L. (*) pode fazer milagres, mas cuidado para colocar o "São" na frente, senão a oração vai errada, o que pode ser motivo de piada no andar debaixo.

Tecnicamente, o post termina aqui... mas agora cabe contar uma historinha interessante de sacristia, muito mais interessante que a absurda lenda da papisa Joana (que comprovadamente não existiu) ou as falaciosas mensagens de Medjugordje.

Nos primeiros tempos da Igreja, os pagãos que se convertiam tinham nomes pagãos. O primeiro Papa a mudar de nome, João, mudou de nome porque se chamava Mercúrio, o que pegava mal. Mesmo São Paulo teve um discípulo chamado Apolo, está na carta aos coríntios. E não duvido que Pio I era apelido, não nome. Então... havia um nome, razoavelmente comum, que era "Portador da Luz" em grego, inclusive nome pelo qual o planeta Vênus era chamado, porque é brilhante e precede a aurora. Muito tempo antes, o hebraicíssimo profeta Isaías, em bom hebraico, chamou o rei da Babilônia de "Portador da Luz", astro brilhante, filho da Aurora, mas que caiu do céu por sua arrogância e rebeldia. Em bom hebraico, repito. 

A imagem de Isaías - proposital, evidentemente - caiu como uma luva a um certo anjo muito poderoso, o maior e melhor de todos, que na aurora dos tempos caiu do céu por sua rebeldia, e esta passagem é mais associada ao tal anjo que a Nabucodonosor ou seus antecessores. Quando a Bíblia foi traduzida para o grego, o astro brilhante virou "Portador da Luz" em grego corrente, que foi associado como o nome próprio do tal anjo. Vênus perdeu um nome. E pobre São L. , venerável bispo, discípulo de Cristo de nome infeliz!!! Se se chamasse Lúcio...  Se hoje em dia nos chamam de satanistas, imagine se contarmos a história de São Éle Asterisco... Bom, a Solenidade de Todos os Santos está ai para lembrarmos de São L. também!



Você também pode gostar

2 comentários:

  1. Frei Clemente,

    Já fui seminarista e sei bem como funciona essa questão de um reitor queimar um seminarista por ele ser tradicionalista ou conservador. O mais triste é saber que muitos futuros padres da mais distinta verve poderiam salvar muitas almas, mas não os salvam por se perderem já no seminário.

    Continue em sua luta pela fé.

    Edivaldo Gomes

    ResponderExcluir
  2. Pois é, pois tem um Portador de Luz ainda mais importante que é xará do supracitado de nome infeliz:

    2 Pedro 1:19 Assim demos ainda maior crédito à palavra dos profetas, à qual fazeis bem em atender, como a uma lâmpada que brilha em um lugar tenebroso até que desponte o dia e a ESTRELA DA ALVA [na Vulgata: L.(*)] se levante em vossos corações.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.