Desculpas primeiras

/
0 Comentários
"O homem nasce puro, a sociedade o corrompe" - Assim dizem os tolos. Triste é do Diabo, que não tem a quem acusar de ter sido corrompido. Imaginei o seguinte diálogo nos princípios:

Gênesis 3

Deus: Por que comeste o fruto, Adão?

Adão: Eva quem me deu.

Deus: Por que comeste e ofereceste o fruto, Eva?

Eva: A serpente me enganou e eu comi.

(A História sacra termina aqui - Agora vem a minha fantasia)

Deus: Por que enganaste aos homens, Satanás?

Satanás: Porque sou MAU.

Deus: E por que és mau?

Satanás: Por que eu quis!!! Ahahahahaha! Você conhece a História toda, ó Altíssimo YHWH. Ou vai mandar o valentão do Miguel me pegar, aquele arcanjo pelego e oportunista, doidinho para bajular o chefe na queda de um irmão angélico? 

Deus: Nem te tratei como merecias ainda. Ou queres conhecer toda a extensão da minha Ira?

Adão: É isso ai, pega essa serpente!

Eva: Enche este Diabo de cacetada, Deus!

Satanás: Peraí... Eu não enfiei a fruta a força na boca de nenhum de vocês. Eva estendeu o braço, pegou e levou a boca. Adão também. Eu nem encostei neste fruto.

Adão: Você nos enganou.

Satanás: Você se deixou ser enganado.

Adão: Eu não tenho culpa.

Satanás: Tem sim senhor... Quem estendeu a mão foi você. Eu, como serpente, nem mão tenho!

Eva: Você me disse que podia pegar...

Satanás: E Deus disse que não era para pegar. Você apenas escolheu seu lado.

Deus: Adão e Eva, por que vocês me desobedeceram e obedeceram à serpente?

Adão: ...

Eva: ...

Deus: Todos vocês têm culpas diversas e todos terão de arcar com suas escolhas na medidas de suas consequências e capacidade de sustentação das consequências.

Adão: O culpado então é você, Deus, que deixou a árvore ao alcance de nossa mão.

Satanás: Apoiado! 

Deus: Serei paciente com esta insolência inédita, criatura humana, com este segundo pecado, porque vejo que as consequências de tua desobediência já obscurece teu entendimento e tua inteligência segue o caminho da serpente. Em resumo, minha palavra só não basta?

Adão: Mas havia a ocasião!

Deus: E havia sua capacidade inarredável de não estender a mão ao fruto em qualquer ocasião, que nem eu ouso passar por cima, nem permito a Satanás ou criatura alguma, por mais poderosa que seja passar. Silêncio. Sem argumentos. Vejo que só eu poderei resolver isto em teu nome, Adão... será doloroso, porém, mais doloroso é ver a ti, meu filho, neste estado, ainda que a justiça determine que sofras as penas. Por ora, os detalhes de como farei deixarei aos Profetas que virão... Não o abandonarei como me abandonastes, e, séculos depois, na frieza da Mansão dos Mortos que conquistastes com tua rebeldia, eu irei te buscar, Adão...



Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.