Confiem nos cientistas! Eles sabem o que é o Bem e o Mal

/
0 Comentários
Em 1954, em plena corrida atômica, os EUA fizeram mais um teste atômico em seu território. Este teste ocorreu a 250km da pequena cidade de St. George. Os cientistas, que assumiram a cátedra de Moisés, Isaias e João Batista, asseguraram que não haveria conseqüências algumas à população da passagem da núvem radioativa da explosão pela cidade. Décadas depois, na pequena Saint George, foi notável o aumento da prevalência de crianças concebidas em 1954 nascidas com malformações.

A União Soviética, como diversos países até mesmo a República da Banânia, construiu diversas reatores nucleares para a geração pacífica de energia elétrica. Os cientistas, que sentaram-se em Delfos, Dodona e Cumas no trono da Pitonisa, garantiram que não haveria problema algum a população, inclusive sendo estas usinas perto de cidades. Em 1986, Chenobyl explodiu, a a cidade de Prypiat, cidade dos trabalhadores da usina, até hoje é uma cidade fantasma. A radiação voou da Ucrânia e atingiu toda a Europa. Como Chernobyl, Three Miles Island e Fukushima emporcalharam de radiação o que estava em volta.


Os cientistas -  ah, os cientistas - asseguram que os fetos anencéfalos não sobrevivem.
Então tá.


Você também pode gostar

Nenhum comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.